A força de Rony na bola aérea ofensiva

Com apenas 1,67cm, o atacante alviverde vem se notabilizando pelo número elevado de gols em cabeceios. Neste início de temporada, quatro dos cinco gols marcados foram neste fundamento.

Ano após ano, Rony vem se superando e aumentando seus números ofensivos. Muito além da agressividade para buscar o gol, a velocidade com e sem a bola, é também uma potência no jogo aéreo. Por mais que, teoricamente, seja um atacante de baixa estatura (1.67cm) para ter tanta influência neste quesito, a prática prova o contrário.

O camisa 10 é extremamente perigoso e sabe usar a boa impulsão para vencer os duelos. Em alguns lances nem é necessário saltar, visto que na bola a média altura o aproveitamento é o mesmo.

Dos cinco gols nesta temporada, quatro foram de cabeça. Somando aos gols marcados em 2022 já são 10. Marca expressiva e que mostra como o atacante é letal dentro da área.

Gráficos produzidos pelo Footure PRO

Quando o Palmeiras troca passes por espaços pelos lados, Rony se movimenta entre os zagueiros e busca a melhor zona de progressão. Geralmente parte da segunda trave e acompanha melhor a trajetória da bola, que passa pelo primeiro marcador e cai próxima à marca do pênalti.

Outro movimento que gosta de fazer para “enganar” a marcação é correr para trás indicando que irá para a segunda trave, mas no momento em que o companheiro de equipe faz o lançamento, avança rapidamente no primeiro poste para antecipar.

Uma das virtudes de Rony é o posicionamento adequado para receber o passe. Nos escanteios o atacante fica próximo à primeira trave pra fazer o desvio para quem vem de trás ou para concluir. Por vezes tem bastante liberdade e o cruzamento forte facilita a ação.

No último Campeonato Brasileiro, entre os jogadores do Palmeiras, Rony (17) só ficou atrás da dupla de zaga titular Murilo (19) e Gustavo Gómez (18) em cabeceios efetuados. Média de 4.66 por partida – na atual temporada já são 5.77 duelos aéreos vencidos a cada 90 minutos.

Os responsáveis pela bola parada alviverde têm grandes méritos no sucesso da equipe, mas Rony merece o destaque pela influência dentro da área para se sobressair e se agigantar no meio dos defensores.

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Últimas Postagens

Política de Descontos Footure Academy

Política de Descontos Footure Academy

Footure Academy
A campanha do Red Bull Bragantino de Pedro Caixinha no Brasileirão

A campanha do Red Bull Bragantino de Pedro Caixinha no Brasileirão

Douglas Batista
Código Euro #42 | Newcastle atropela, Bellingham, Álvarez e a 2ª rodada da Champions
Footure

Código Euro #42 | Newcastle atropela, Bellingham, Álvarez e a 2ª rodada da Champions

O impacto de Jude Bellingham no novo sistema do Real Madrid

O impacto de Jude Bellingham no novo sistema do Real Madrid

Vinícius Dutra
A retomada do Juventude sob o comando de Thiago Carpini
Douglas Batista

A retomada do Juventude sob o comando de Thiago Carpini

Footure PRO: À procura de um substituto para Moisés Caicedo

Footure PRO: À procura de um substituto para Moisés Caicedo

Footure Pro
Guia da Libertadores 2023: Fluminense x Olímpia

Guia da Libertadores 2023: Fluminense x Olímpia

Gabriel Corrêa
Guia da Libertadores 2023: Palmeiras x Deportivo Pereira

Guia da Libertadores 2023: Palmeiras x Deportivo Pereira

Douglas Batista
Guia da Libertadores 2023: Racing x Boca Juniors

Guia da Libertadores 2023: Racing x Boca Juniors

Douglas Batista
Guia da Libertadores 2023: Inter x Bolívar

Guia da Libertadores 2023: Inter x Bolívar

Gabriel Corrêa
A correção de rota do Bahia com as novas contratações
Douglas Batista

A correção de rota do Bahia com as novas contratações

Os novos contratados do Fortaleza
Douglas Batista

Os novos contratados do Fortaleza

Arda Güler e a atual política de contratações do Real Madrid
Vinícius Dutra

Arda Güler e a atual política de contratações do Real Madrid

O encaixe de Arthur Gomes no Cruzeiro de Pepa
Douglas Batista

O encaixe de Arthur Gomes no Cruzeiro de Pepa

Tal pai, tal filho: o início promissor de Federico Redondo
Douglas Batista

Tal pai, tal filho: o início promissor de Federico Redondo