A influência tática de Luciano Juba no Sport

Principal referência técnica da equipe rubro-negra, o meio-campista tem apresentado um repertório amplo de ações ofensivas capaz de criar situações de gol

Atleta formado nas categorias de base do Sport, Luciano Juba retornou ao clube ainda no segundo semestre de 2021. Com maior lastro competitivo ao disputar as competições regionais e nacionais pelo Confiança, do técnico Daniel Paulista, o lateral-esquerdo foi reintegrado ao elenco do Leão para a disputa da reta final da Série A.

Sob o comando de Umberto Louzer, Juba recebeu as primeiras chances de entrar no decorrer das partidas. E logo se viu a intenção do técnico de utilizá-lo mais avançado pelo lado esquerdo. O mesmo desejo foi expressado por Gustavo Florentín. O técnico inclusive, promoveu Luciano Juba a titular em algumas partidas na nova posição.

Mapa de calor de Luciano Juba

Com o rebaixamento do Sport na Série A e as vendas de Gustavo e Mikael para o futebol europeu, Juba tem construído a imagem de referência técnica da equipe leonina. E essa construção de status é corroborada pelo desempenho do atleta. Até o momento o camisa 46 participou diretamente de 14 gols de um total de 44 marcados pela equipe nas competições disputadas.

A influência de 30% nos gols assinalados na temporada, evidenciam o grande impacto das ações de Juba na organização ofensiva do Sport. O que pode ser visto a partir dos indicadores de passes-chave (passe que deixa o companheiro em situação vantajosa), por exemplo.

No vídeo abaixo, é possível identificar diversos cenários em que o comportamento-padrão apresentado por Luciano Juba é o de buscar uma solução através de um passe cavado (por cima da defesa), um passe de letra ou um passe convencional. E todos com a finalidade de romper a última linha do adversário (profundidade) ou potencializar uma situação de vantagem posicional no entrelinha.

Software de Edição: Klipdraw Motion

Por ter desenvolvido estímulos, gestos técnicos e comportamentos táticos ao longo da formação como lateral, Luciano Juba, apresenta um indicador muito interessante para um meio-campista (posição atual): cruzamento dos 3/4 do campo. Esse tipo de ação se localiza próxima a região do bico da grande área. E requer um nível de execução do gesto técnico muito cirúrgico. Uma vez que, a bola precisa ser lançada com velocidade e precisão em direção ao companheiro que ataca o espaço nas costas da linha defensiva.

E um detalhe que chama atenção neste fundamento é a predisposição de Juba realizar os cruzamentos com a perna não-dominante (direita). Ou seja, o atleta apresenta uma ambidestria funcional. O que aumenta a probabilidade de sucesso para ganhar tempo e espaço para executar a ação. Pois cria um cenário de imprevisibilidade ao adversário por não ter a certeza se Juba vai corta para dentro (direita) ou o fundo (esquerda).

Software de Edição: Klipdraw Motion

A finalização de média-longa distância é outro indicador que salta aos olhos de quem tem acompanhado de perto o camisa 46 do Sport. Dos oito gols marcados com a camisa do Sport na atual temporada, 50% foram originados de um arremate de fora da grande área. O que comprova a boa eficiência neste tipo de fundamento. Boa parte das finalizações acontecem com a utilização da perna dominante (esquerda). Mas não é incomum, observar Luciano Juba se adaptando ao constrangimento do adversário e finalizar com a perna direita (não-dominante). Um exemplo, é o gol contra o Bahia.

Software de Edição: Klipdraw Motion

Apesar de estar atravessando um processo de desenvolvimento e maturação, somada a adaptação a nova posição e função, percebe-se que é um atleta que é muito promissor e com grande margem de crescimento. Luciano Juba apresenta potencial para dominar todas as posições e funções atrás do centroavante.

Se você quer conferir outros indicadores muito fortes de Luciano Juba, clica no vídeo abaixo e confira a análise tática individual completa.

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Últimas Postagens

O trabalho de André Jardine no América-MEX

O trabalho de André Jardine no América-MEX

Douglas Batista
Fique de olho: Jogadores que podem se destacar no Brasileiro Sub-20 – Parte 2

Fique de olho: Jogadores que podem se destacar no Brasileiro Sub-20 - Parte 2

André Andrade
As causas da dificuldade ofensiva do Corinthians

As causas da dificuldade ofensiva do Corinthians

Douglas Batista
Fique de olho: Jogadores que podem se destacar no Brasileiro Sub-20 – Parte 1

Fique de olho: Jogadores que podem se destacar no Brasileiro Sub-20 - Parte 1

André Andrade
Guia do Brasileirão: Vitória

Guia do Brasileirão: Vitória

Douglas Batista
Guia do Brasileirão: Vasco

Guia do Brasileirão: Vasco

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: São Paulo

Guia do Brasileirão: São Paulo

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Red Bull Bragantino

Guia do Brasileirão: Red Bull Bragantino

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Palmeiras

Guia do Brasileirão: Palmeiras

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Juventude

Guia do Brasileirão: Juventude

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Internacional

Guia do Brasileirão: Internacional

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Grêmio

Guia do Brasileirão: Grêmio

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Fortaleza

Guia do Brasileirão: Fortaleza

Douglas Batista
Guia do Brasileirão: Fluminense

Guia do Brasileirão: Fluminense

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: Flamengo

Guia do Brasileirão: Flamengo

Gabriel Mota