As providências do Fortaleza para se manter na Série A do Campeonato Brasileiro

Penúltimo no Brasileirão, o Fortaleza reforçou a equipe e viu Vojvoda fazer ajustes para buscar a recuperação no campeonato.

Em penúltimo lugar no Brasileirão, o Fortaleza deu sinais de melhora nas últimas semanas, ao empatar com o Palmeiras, vencer o Atlético-GO e se classificar para as quartas de final da Copa do Brasil eliminando o Ceará. Com alguns ajustes de Vojvoda e uma atuação forte no mercado, o Leão do Pici mostra foco total em sair da degola. Para tanto, tendo em vista a média dos últimos campeonatos, a equipe precisará conquistar mais 30 pontos em 21 jogos. Até o momento, foram 14 pontos em 17 partidas.

Começando pela parte coletiva, a substuição do 5-3-2 pelo 5-4-1 é bastante importante, porque melhora a ocupação do meio-campo. Jogando com três na faixa central, o Fortaleza sofria para pressionar os adversários e frequentemente tinha inferioridade numérica no setor. Agora, são dois volantes à frente da zaga e dois meias que recompõe pelo lado, aumentando a proteção da defesa. Ocupar melhor os espaços para correr menos e com maior eficiência é fundamental em uma das equipes que mais viaja e joga no país, sem nos esquecermos da importância psicológica de ter um sistema defensivo pouco vazado para um time sob tamanha pressão.

Fortaleza Vojvoda Brasileirão Footure
Defesa consegue balançar para o lado da bola sem escancarar o meio ou ficar vulnerável à inversões de jogo

O sistema com quatro na linha média também facilita algumas conexões no ataque. A dupla de volantes ajuda os zagueiros na saída de bola e tem, à frente, dois jogadores que se movimentam do lado para dentro, normalmente Lucas Lima, um articulador, e Moisés, um atacante de velocidade. Dessa forma, a equipe ganha poder de criação e movimentos em profundidade perto do gol adversário, além de conseguir melhores tramas pelos lados, com aproximações entre volante, meia/atacante e alas, proporcionando mais chegadas ao fundo.

É neste ponto que começamos a falar dos reforços, sendo Thiago Galhardo o mais badalado deles. Autor de 17 gols no Campeonato Brasileiro de 2020 pelo Internacional, o atacante de 33 anos marcou a maioria deles após cruzamentos ou em corridas curtas nas costas da defesa. Ademais, por sua facilidade de atacar a profundidade, o goleador pode ser fundamental nos contra-ataques, arma cada vez mais forte do Leão. Brigará por posição com Romero no comando do ataque, mas também pode atuar por trás do centroavante, desde que tenha liberdade para chegar na área.

Fortaleza Vojvoda Brasileirão Footure
Quatro meio-campistas próximos e alas espetados: mais linhas de passe criadas

Por outro lado, o grande cara desse Fortaleza, Yago Pikachu, deixou o clube para jogar no Shimizu S-Pulse, do Japão. Artilheiro do time com 17 gols no ano, o ala-direito tinha muita liberdade para chegar na área como um atacante e, no momento defensivo, sair da linha de cinco defensiva para pressionar na frente. Seu substituto, à princípio, será Lucas Crispim, um meia de origem que vinha jogando pela ala-esquerda, visando manter o padrão das movimentações.

O lateral-direito e zagueiro Emanuel Brítez, chega com seus 71% de disputas de bola vencidas na Superliga Argentina pelo Unión Santa Fé para brigar, em um primeiro momento, pela posição de Ceballos, no flanco direito da defesa, oferencendo suporte ao ala. Por fim, Otero volta ao Brasil após uma passagem pelo Cruz Azul-MEX, onde pouco jogou e fez apenas um gol em 16 partidas. Apesar da má fase e de ser pouco participativo, tem um chute poderoso e pode ser importante como um dos meias que se movimenta de fora para dentro para finalizar ou criando oportunidades em bolas paradas.

O Tricolor perdeu seu principal goleador e ídolo, mas contratou para aumentar a imposição física na defesa e o poder de decisão no ataque, encorpou o elenco (os volantes Lucas Sasha e Fabrício Baiano também chegaram), enquanto seu treinador fez modificações com o intuito de proteger a defesa e aumentar a fluidez ofensiva. As providências foram tomadas, agora o Fortaleza precisa reagir.

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Últimas Postagens

O trabalho de André Jardine no América-MEX

O trabalho de André Jardine no América-MEX

Douglas Batista
Fique de olho: Jogadores que podem se destacar no Brasileiro Sub-20 – Parte 2

Fique de olho: Jogadores que podem se destacar no Brasileiro Sub-20 - Parte 2

André Andrade
As causas da dificuldade ofensiva do Corinthians

As causas da dificuldade ofensiva do Corinthians

Douglas Batista
Fique de olho: Jogadores que podem se destacar no Brasileiro Sub-20 – Parte 1

Fique de olho: Jogadores que podem se destacar no Brasileiro Sub-20 - Parte 1

André Andrade
Guia do Brasileirão: Vitória

Guia do Brasileirão: Vitória

Douglas Batista
Guia do Brasileirão: Vasco

Guia do Brasileirão: Vasco

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: São Paulo

Guia do Brasileirão: São Paulo

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Red Bull Bragantino

Guia do Brasileirão: Red Bull Bragantino

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Palmeiras

Guia do Brasileirão: Palmeiras

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Juventude

Guia do Brasileirão: Juventude

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Internacional

Guia do Brasileirão: Internacional

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Grêmio

Guia do Brasileirão: Grêmio

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Fortaleza

Guia do Brasileirão: Fortaleza

Douglas Batista
Guia do Brasileirão: Fluminense

Guia do Brasileirão: Fluminense

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: Flamengo

Guia do Brasileirão: Flamengo

Gabriel Mota