CARTAS PARA TITE

Por @maiiron_ Acabaram as eliminatórias e o Brasil se classificou voando, né? Tite ajeitou o time, foi invicto na classificatória e já tem os 11 titulares definidos. Ainda falamos que faltam “alternativas de jogo”, mesmo considerando o quão complexo é ter um modelo, que dirá dois. As convocações, sabemos, são pensadas para potencializar justamente o tal […]

Por @maiiron_

Acabaram as eliminatórias e o Brasil se classificou voando, né? Tite ajeitou o time, foi invicto na classificatória e já tem os 11 titulares definidos. Ainda falamos que faltam “alternativas de jogo”, mesmo considerando o quão complexo é ter um modelo, que dirá dois. As convocações, sabemos, são pensadas para potencializar justamente o tal modelo, e não simplesmente reunir os melhores jogadores do momento. Há poucas vagas em aberto, mas o ônibus de Tite ainda não fechou as portas – conforme o próprio já assumiu publicamente. Listamos abaixo jogadores que caberiam nas convocações e no modelo do treinador. Bora lá!


Jorginho – Meio Campista – Napoli

O Ítalo-Brasileiro, maestro do ótimo meio campo do Napoli, cairia bem na Seleção Brasileira. Mesmo convocado pela Azzurra, Jorginho está apto a jogar pela Amarelinha. Dono de uma técnica apurada, com leitura de jogo e passe vertical, poderia ser um ótimo reserva de Casemiro contra equipes mais fechadas.

Napoli vs. Athletic Bilbao - Playoff Champions League 2014-2015

 

Fabinho – Meia/Lateral – Mônaco

No Mônaco, que fez ótima Champions League, Fabinho voou junto de Lemar, Bernardo Silva, Bakayoko, Mbappé e Falcão. Em que pese a falta de intensidade na hora de combater, Fabinho seria ótimo reserva de Renato Augusto. Leitura de jogo, liderança e bola aérea são as qualidades do jogador.

fabinho_monaco_afp_95

 

Pedro Rocha – Atacante – Spartak Moscou

Este é o jogador que mais evoluiu em nos últimos meses. Do finalizador deficiente dos tempos de Roger, a um goleador nas mãos de Renato Gaúcho, Pedro Rocha é um “funcionário modelo” do futebol. Entende o jogo, faz funções defensivas pelo lado do campo e não se aperta na hora de dar um carrinho. Com Douglas Costa inconfiável, convivendo com lesões, seria um bom nome em testes vindouros.

pedro_rocha

 

Malcom – Atacante – Bordeaux

Se Neymar sobra na França, Malcom trabalha silenciosamente para sair de lá e jogar em um centro maior. Alçado aos profissionais por Mano Menezes em 2014 e campeão nacional no ano seguinte, alçou voo para a Europa. Dono de um bom pé esquerdo, já anotou quatro gols e quatro assistências em oito jogos. O menino merece um teste.

malcom_1w66mdzz3g7081qnqrd3opctv4

 

Allan – Meio-campista – Napoli

Mais um meio-campista do Napoli; mais um que não é chamado. Allan sobra em regularidade e combatividade. Além de ser um bom meio campista, quebra galho na lateral direita com desenvoltura. Allan é o “cachorro louco” que a seleção não tem. Ele dá bote por todo campo, com bom passe e dinamismo. Seria um belo reserva para Paulinho.

SSC Napoli v US Citta di Palermo - Serie A

 

Willian José – Atacante – Real Sociedad

No Brasil, William José provocava comentários jocosos, mas chegou bem na Sociedad. São 43 jogos e 17 gols pela equipe do País Basco. Forte na bola área, é uma boa opção em um elenco que aposta em alternativas móveis como Firmino e Gabriel Jesus. Todos sabemos que, hora ou outra, a bola vai precisar ser mais direta e pelo alto. É melhor tecnicamente que Jô e mais acostumado a intensidade de um futebol global que Diego Souza.

FBL-ESP-LIGA-REALSOCIEDAD-VALENCIA

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Últimas Postagens

Como Carille livrou o Santos do rebaixamento
Gabriel de Assis

Como Carille livrou o Santos do rebaixamento

0 Comentários
Juan Musso: a evolução de um goleiro discreto na Atalanta
Caio Bitencourt

Juan Musso: a evolução de um goleiro discreto na Atalanta

0 Comentários
Como Stefano Pioli virou um dos melhores técnicos da Itália
Caio Bitencourt

Como Stefano Pioli virou um dos melhores técnicos da Itália

0 Comentários
Palmeiras x Flamengo: final imprevisível na Libertadores
Gabriel de Assis

Palmeiras x Flamengo: final imprevisível na Libertadores

0 Comentários
A renovação do Real Madrid é um recado para os erros passados, mas principalmente para o futuro
Bruna Mendes

A renovação do Real Madrid é um recado para os erros passados, mas principalmente para o futuro

0 Comentários
A ascensão de Mikael no Sport
Douglas Batista

A ascensão de Mikael no Sport

0 Comentários
A explosão da geração 06 na Copa Nike
Caio Nascimento

A explosão da geração 06 na Copa Nike

0 Comentários
Final da Copa Sul-Americana: muitas semelhanças e equilíbrio total
Gabriel de Assis

Final da Copa Sul-Americana: muitas semelhanças e equilíbrio total

0 Comentários
Palmeiras se reinventa e retoma boa fase no Brasileirão
Gabriel de Assis

Palmeiras se reinventa e retoma boa fase no Brasileirão

0 Comentários
Arnaut Danjuma e Yéremi Pino: destaques em meio a inconsistência do Villarreal
Bruna Mendes

Arnaut Danjuma e Yéremi Pino: destaques em meio a inconsistência do Villarreal

0 Comentários
Conheça a Revelations Cup, o novo torneio para geração 2003 das Américas
Caio Nascimento

Conheça a Revelations Cup, o novo torneio para geração 2003 das Américas

0 Comentários
A nova identidade ofensiva do Boca Juniors
Dimitri Barcellos

A nova identidade ofensiva do Boca Juniors

0 Comentários
‘Cholito’ Simeone: a decolagem do artilheiro do Verona vem aí?
Caio Bitencourt

'Cholito' Simeone: a decolagem do artilheiro do Verona vem aí?

0 Comentários
Os 5 destaques defensivos da segunda página do Brasileirão
Douglas Batista

Os 5 destaques defensivos da segunda página do Brasileirão

0 Comentários
Nuno Espírito Santo no Tottenham: um problema anunciado
Lucas Filus

Nuno Espírito Santo no Tottenham: um problema anunciado

0 Comentários