Dicas de Betting - Brasileirão e Europa - 30ª Rodada

Os números de mais uma rodada do Campeonato Brasileiro, dicas de under/over na Europa e quem poder marcar a qualquer momento.

Final de semana com jogos pelo Campeonato Brasileiro e na Europa! A equipe do Footure está trazendo mais dicas, números e estatísticas para você que está em busca daquele green e fugir de um red. 

Cadastre-se na 1xBET, utilize o código FOOTURE e ganha um bônus de até R$500. Todos têm sua chance, use a usa! Faça seu cadastro e aposte clicando aqui.

Um último aviso: por óbvio, não há 100% de garantia de acerto, mas são algumas das tendências para os duelos. Jogue com moderação.

FONTES: OgolWhoScoredFutpédiaSoccerstats


Fortaleza x Atlético-MG

  • O Atlético-MG marcou no mínimo 2 gols em seus últimos 5 dos seus 6 jogos contra o Fortaleza.
  • O Atlético-MG não vence há 9 jogos fora de casa no Brasileirão.
  • Os últimos 3 jogos entre Fortaleza e Atlético-MG tiveram 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • Os últimos 3 jogos do Atlético-MG no Brasileirão tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • O Atlético-MG sofreu no mínimo 2 gols em 5 dos últimos 6 jogos pelo Brasileirão.
  • Todos os 6 jogos entre Fortaleza e Atlético-MG na era dos pontos corridos tiveram 2 gols ou mais (mais que 1.5).
  • Em 5 de todos os 7 jogos entre Fortaleza e Atlético-MG na história do Brasileirão houve 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • O Fortaleza venceu 3 dos seus últimos 4 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • O Atlético-MG não vence fora de casa há 3 meses e meio: última vitória por 2–1 contra a Chapecoense.
  • O Atlético-MG venceu o último confronto contra o Fortaleza no Castelão: 4–1 pelo Brasileirão de 2005.
  • Média de gols do confronto (histórico): 4/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 4,6 gols/partida.

Palmeiras x Ceará

  • O Palmeiras venceu 24 dos seus últimos 27 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • Nos últimos 4 jogos do Ceará fora de casa houve 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • O Palmeiras venceu seus últimos 3 jogos em casa diante do Ceará.
  • O Ceará nunca venceu o Palmeiras na capital paulista na história.
  • Última vez que o Palmeiras não venceu o Ceará na capital paulista: 1–1 em confronto pelo Brasileirão de 2010.
  • Na era dos pontos corridos, o confronto entre Palmeiras e Ceará é igual: foram 7 jogos pela Série A, com 2 vitórias para cada lado, e 3 empates.
  • O Palmeiras está invicto em casa no Brasileirão 2019. 
  • Última derrota do Palmeiras em casa no Brasileirão foi para uma equipe nordestina: 2–3 para o Sport, em 26 de maio de 2018.
  • O Ceará sofreu gols em todos os jogos que fez fora de casa no Brasileirão 2019.
  • 7 dos 11 jogos do Palmeiras no Allianz Parque no atual Brasileirão tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,46/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2 gols/partida.

Fluminense x Vasco

  • Em 6 dos últimos 7 jogos do Fluminense pelo Brasileirão houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • Nos últimos 3 jogos do Vasco fora de casa pelo Brasileirão houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • O Vasco venceu os 3 últimos clássicos contra o Fluminense por 1–0.
  • Última vitória do Fluminense contra o Vasco: 3–0 pela semifinal do Campeonato Carioca 2017. Pelo Brasileirão, 1–0 pelo segundo turno da Série A de 2015, no dia 1º de novembro daquele ano, com gol marcado por Gerson.
  • O Fluminense não vence há 4 jogos pelo Brasileirão.
  • O Vasco não perde há 4 jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • O Vasco venceu 8 dos últimos 10 jogos contra o Fluminense válidos pelo Brasileirão.
  • O Vasco venceu os 4 clássicos feitos no Novo Maracanã contra o Fluminense pelo Brasileirão.
  • Em 18 dos 27 clássicos entre Fluminense e Vasco na era dos pontos corridos houve 2 gols ou mais (mais que 1.5).
  • O Vasco virou no último clássico para vencer diante do Fluminense por 2–1. A última virada tricolor sobre o Vasco foi justamente pelo Brasileirão, em 2005, na vitória tricolor por 3–2 em 4 de agosto, em Volta Redonda. 
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,50/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,33 gols/partida.

Chapecoense x São Paulo

  • Em 9 dos últimos 10 jogos da Chapecoense pelo Brasileirão houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • O São Paulo só marcou em 1 das últimas 7 partidas fora de casa pelo Brasileirão.
  • Em todos os 5 jogos entre Chapecoense e São Paulo na Arena Condá houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • A Chapecoense venceu os últimos 3 jogos contra o São Paulo na Arena Condá.
  • Última vitória do São Paulo na Arena Condá: 1–0, pelo Brasileirão de 2015.
  • O São Paulo não marcou gols contra a Chapecoense na Arena Condá nos últimos 3 confrontos.
  • A Chapecoense não vence há 6 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • A Chapecoense tem vantagem contra o São Paulo no histórico: nos 11 jogos pelo Brasileirão, foram 4 vitórias alviverdes, 3 tricolores e 4 empates.
  • A Chapecoense não conseguiu emendar duas vitórias seguidas no Brasileirão 2019.
  • Em 3 dos últimos 5 jogos da Chapecoense, ambas as equipes marcaram gols, algo que não aconteceu nos últimos 6 jogos do São Paulo no campeonato.
  • Média de gols do confronto (histórico): 1,90/partida. 

Flamengo x Corinthians

  • O Flamengo venceu 13 dos últimos 14 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • O Flamengo está invicto no Maracanã pelo Brasileirão.
  • O Flamengo não sofreu gols em 6 dos últimos 8 jogos diante do Corinthians.
  • Nos últimos 3 jogos entre Flamengo e Corinthians por todas as competições no Maracanã houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • O Flamengo não sofreu gols em 5 dos seus últimos 7 jogos no Maracanã.
  • O Corinthians só venceu 1 dos últimos 10 jogos contra o Flamengo em todas as competições.
  • O Corinthians não vence há 7 jogos no Brasileirão.
  • Última vitória do Corinthians no Maracanã sobre o Flamengo: 3–0 pelo Brasileirão de 2015.
  • 23 de 31 jogos entre Flamengo e Corinthians pelos pontos corridos tiveram 2 gols ou mais (mais que 1.5).
  • No Novo Maracanã (pós-2013), em 5 jogos pelo Brasileirão, o Flamengo venceu 3, empatou 1 e perdeu 1 jogo para o Corinthians.
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,58/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,48 gols/partida.

Athletico x CSA

  • O CSA perdeu no intervalo e no final da partida nos últimos 5 jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • O CSA perdeu seus últimos 5 jogos fora de casa.
  • Em 8 dos últimos 10 jogos fora de casa do CSA houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • O CSA perdeu por 1 gol de diferença nos últimos 3 jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • O CSA nunca venceu o Athletico em todas as competições.
  • O Athletico só perdeu 1 dos seus últimos 8 jogos pelo Brasileirão.
  • O Athletico sofreu gols em seus últimos 12 jogos pelo Brasileirão.
  • O Athletico venceu apenas 2 dos seus últimos 6 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • O CSA é o visitante que menos pontuou no campeonato: 6 pontos em 14 rodadas.
  • Em 12 dos últimos 14 jogos do Athletico pelo Brasileirão, houve 2 gols ou mais (mais que 1.5).
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,25/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 4 gols/partida.

Grêmio x Internacional

  • O Grêmio não sofreu gols em 9 dos últimos 10 Grenais por todas as competições.
  • Nos últimos 7 confrontos entre Grêmio e Internacional, houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • Os últimos 3 clássicos entre Grêmio e Internacional terminaram empatados.
  • O Grêmio venceu no intervalo e no final da partida em seus 3 últimos jogos em casa pelo Brasileirão.
  • O Grêmio só perdeu 1 dos últimos 12 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • O Internacional venceu seus 2 últimos jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • O Grêmio nunca perdeu para o Internacional na Arena pelo Brasileirão.
  • Última derrota de Renato Gaúcho em casa em um Grenal: 3–2 Internacional, final do Campeonato Gaúcho de 2011. 
  • 21 dos 29 clássicos entre Grêmio e Internacional na era dos pontos corridos tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • 47 dos 63 clássicos entre Grêmio e Internacional na história do Brasileirão tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Média de gols do confronto (histórico): 1,80/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 1,86 gols/partida.

Cruzeiro x Bahia

  • Os últimos 3 jogos entre Cruzeiro e Bahia terminaram empatados.
  • Em 9 dos últimos 11 jogos em casa do Cruzeiro pelo Brasileirão houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • Nos últimos 5 jogos entre Cruzeiro e Bahia houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • Em 5 dos últimos 6 jogos do Bahia fora de casa pelo Brasileirão houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • O Cruzeiro está invicto nos últimos 7 jogos pelo Brasileirão.
  • O Bahia não vence há 3 jogos pelo Brasileirão.
  • O Bahia venceu na única visita que fez a Belo Horizonte em 2019: 1–0 sobre o Atlético, em 24 de agosto.
  • O Bahia só venceu por uma vez o Cruzeiro no Mineirão pelo Brasileiro: em 2013, por 2–1, quando escapou do rebaixamento, no jogo da festa pelo terceiro título brasileiro cruzeirense. Somando outras visitas a Minas Gerais, o tricolor só venceu também em 1991, por 1–0, no Independência. 
  • Contando o período do velho Mineirão, o Cruzeiro venceu 8 dos últimos 10 jogos diante do Bahia quando jogou no Gigante da Pampulha.
  • Os 5 últimos confrontos entre Cruzeiro e Bahia pelo Brasileirão desde o retorno do tricolor a Série A, em 2017, tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,48/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,6 gols/partida.

Santos x Botafogo

  • O Santos não sofreu gols em 7 das últimas 9 partidas contra o Botafogo.
  • O Botafogo esteve perdendo no intervalo e no final da partida em 7 dos seus últimos 9 jogos pelo Brasileirão.
  • Os últimos 6 jogos entre Santos e Botafogo tiveram menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • Em 7 dos 8 últimos jogos do Santos pelo Brasileirão houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • O Botafogo só marcou em 1 dos últimos 6 jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • O Botafogo perdeu seus últimos 5 jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • O Botafogo só venceu 1 dos últimos 10 jogos contra o Santos por todas as competições.
  • O Santos marcou no mínimo 2 gols em 3 das suas últimas 4 partidas em casa pelo Brasileirão.
  • Em 3 dos últimos 4 jogos do Botafogo pelo Brasileirão houve 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • O Santos só perdeu 1 de 15 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,33/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,20 gols/partida.

Goiás x Avaí

  • O Avaí perdeu 9 das suas últimas 11 partidas fora de casa pelo Brasileirão.
  • Nos últimos 3 jogos do Goiás pelo Brasileirão houve 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • O Goiás sofreu pelo menos 2 gols em suas últimas 3 partidas pelo Brasileirão.
  • O Avaí venceu o último confronto contra o Goiás em Goiânia: 3–0 pela Série B de 2018, no Estádio Olímpico de Goiânia.
  • Última vitória do Avaí no Serra Dourada: 1–0 pelo Brasileirão de 2015.
  • No retrospecto geral, um confronto equilibrado: 18 jogos, com 8 vitórias do Avaí, 7 do Goiás e 3 empates.
  • Na Série A, o confronto é desequilibrado: foram 7 jogos, com 5 vitórias do Avaí, 1 do Goiás e 1 empate.
  • Todos os 3 confrontos entre Goiás e Avaí no Estádio Serra Dourada pela Série A tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Em 4 de 7 jogos entre Goiás e Avaí pelo Brasileirão da Série A houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • O Avaí não vence há 9 jogos pelo Brasileirão.
  • Média de gols do confronto (histórico/pontos corridos): 2,14/partida. 

TOP 5 EUROPEU

TOP 5 RESULTADO FINAL — 1. Angers-Strasbourg: O Angers, quinto colocado, se vencer, pode entrar na zona de Liga dos Campeões. É o time com a terceira melhor campanha em casa da Ligue 1, atrás apenas de Lille e PSG. O Strasbourg, se perder, pode entrar na zona do rebaixamento. É o pior visitante do campeonato. Franco favoritismo para o Angers.

2. Porto-Aves: O Porto, vice-líder do Português, enfrenta o lanterna do campeonato, Aves. Só isso já seria uma justificativa. Mas ainda tem mais. Os portistas venceram seus quatro jogos no Estádio do Dragão, enquanto o Aves perdeu seus 5 jogos que fez fora de casa no campeonato até aqui.

3. Manchester City-Southampton: O City tem boa campanha em casa, e contra um Southampton que já perdeu durante a semana para o próprio City, e que na última rodada sofreu um 9–0 e entrou na zona do rebaixamento, a equipe citizen não deverá ter grandes problemas para buscar o Liverpool e diminuir a distância para o topo. 

4. Real Madrid-Betis: O Madrid, tentando buscar de volta a liderança perdida de La Liga, recebe no Santiago Bernabéu, onde está invicto na temporada, um Betis que está próximo da zona de rebaixamento e que só marcou 1 ponto em 5 jogos fora de casa. Franco favoritismo para os madridistas.

5. Utrecht-Fortuna Sittard: O Utrecht está em um bom momento na Eredivisie, venceu 4 dos últimos 6 jogos na competição, venceu seus 5 últimos jogos em casa, e jogará contra um Fortuna Sittard que já frequenta a zona de rebaixamento do campeonato.

TOP 5 DUPLA POSSIBILIDADE — 1. Sparta Rotterdam-PSV: A vitória do PSV contra um Sparta Rotterdam que ainda não se encontrou na Eredivisie, em outros tempos iria para a coluna dos resultados finais, porém, com a má fase do time de Eindhoven, com duas derrotas consecutivas, pode ser uma situação mais difícil. 

2. Benfica-Rio Ave: O Benfica vem de uma série de vitórias, 6 consecutivas, que lhe deram a liderança do campeonato. Podem ter problemas contra um Rio Ave que tem uma razoável campanha fora de casa, com 7 pontos em 4 jogos, tendo vencido o Sporting em um deles. Um favoritismo do Benfica, mas com um pé atrás.

3. Atalanta-Cagliari: A Atalanta está em grande fase, e tentará se recuperar do polêmico empate com o Napoli no meio de semana, em sua casa, a Gewiss Arena (ou Atleti Azzurri d’Italia, como preferir), local onde venceu seus dois jogos. Por outro lado, confronto perigoso, pois o Cagliari, se vencer, pode chegar até a zona da Champions League. E levando em conta que os sardos chegaram a ganhar do Napoli e empatar com a Roma fora de casa, pode ter perigo.

4. Levante-Barcelona: Um duelo que pareceria simples para o Barcelona, líder do campeonato, e franco favorito do confronto, mas o Levante jogando em casa, nas últimas duas temporadas, venceu o Barça por duas vezes. Se pode manter o favoritismo dos catalães, mas se precavendo contra a surpresa valenciana do Levante.

5. Aston Villa-Liverpool: A escolha pelos reds é justificável. Líder da Premier League, invicto, melhor campanha fora de casa, contra um Aston Villa que ainda é uma incógnita, e terá o seu primeiro jogo contra alguém do chamado “Big 6” no Villa Park. Até aqui, só enfrentou Tottenham e City, ambos fora de casa, vendeu caro suas derrotas, e pretende, na pior das hipóteses, fazer o mesmo com o Liverpool.

TOP 5 OVER — 1. Frankfurt-Bayern: O over é uma aposta comum para jogos de Frankfurt e Bayern. Aconteceu nos últimos 8 jogos do Frankfurt e em 9 dos últimos 10 do Bayern, ambos pela Bundesliga. E quando é o confronto de um contra o outro? A tendência só pode ser semelhante.

2. AZ-Twente: O AZ, em grande fase, tem o terceiro melhor ataque da Eredivisie, com 25 gols, e o adversário, o Twente, na sua primeira campanha de volta a elite holandesa, tem 21 gols, um número expressivo. Porém, as diferenças se vão pelas defesas. O AZ tem a melhor da liga, com 8 sofridos, enquanto o Twente sofreu 20. A promessa de um over é alta, em vista seus ataques e que ambos vem de vitórias por 4 gols na última rodada, sobre PSV e Emmen, respectivamente.

3. Fiorentina-Parma: Dois times de ataques semelhantes, ambos tendo marcado 15 gols, e ambos que também sofreram a mesma faixa de gols, tendo o Parma sofrido 14 e a Viola 13. Mais uma coisa em comum, a promessa de um jogo aberto, com a Fiorentina podendo entrar na zona europeia. Quer mais? 3 dos 5 jogos da Fiorentina em casa tiveram 3 gols ou mais. 

4. Watford-Chelsea: O Watford tem a terceira pior defesa do campeonato, com 21 gols sofridos, enquanto o Chelsea tem um dos melhores ataques da Premier League, com 23 gols sofridos, mas tem uma defesa irregular, com 16 gols sofridos. Uma boa chance de over.

5. Union Berlin-Hertha Berlin: O primeiro clássico de Berlim entre o time de Berlim Oriental (Union) e o da Ocidental (Hertha) tem uma alta tendência de gols. Isso se deve a irregularidade defensiva do Union, que sofreu 15 gols na temporada, e também a do Hertha, que sofreu 16, embora seus 15 gols no ataque quase neutralizem tudo. O ataque do Union decepciona, mas pode se reencontrar com as redes jogando em casa.

TOP 5 UNDER — 1. Sevilla-Atlético: Parece rotina colocar jogos do Atlético nessa seção. Porque realmente 11 dos últimos jogos colchoneros na temporada tiveram menos que 3 gols. E o mesmo vale para os sevillistas, que tiveram seus últimos 3 jogos em La Liga com menos que 3 gols (menos que 2.5). 

2. Nice-Reims: 9 dos últimos confrontos entre Nice e Reims tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5). Pelos números do Nice, de 13 gols no ataque e 18 sofridos na defesa, poderia ser arriscada a escolha no under. Mas os números do Reims “confirmam” a escolha: apenas 9 gols no ataque e a melhor defesa da Ligue 1, com 4 gols sofridos.

3. Verona-Brescia: Todos os jogos do Verona no Marcantonio Bentegodì tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5). Além disso, 3 dos 5 jogos do Brescia fora de casa também tiveram a mesma marca, o que deve ser uma tendência para under.

4. Crystal Palace-Leicester: Todos os jogos do Crystal Palace no Selhurst Park tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5). Com o Leicester fora de casa, não é tão comum, em vista que aconteceu em 2 de 5 vezes, mas em vista como o Palace neutraliza até ataques fortes como o do City, o under parece uma melhor aposta.

5. Metz-Montpellier: Outro caso da Ligue 1 em que os números de um talvez não justifiquem a aposta pelo under, e os do outro se justifiquem. O caso “não-justificável” é o do Metz, com um ataque que marcou 9 gols, mas que a defesa sofreu 16, não a toa, tentará vencer pra sair da zona do rebaixamento. Já o Montpellier, marcou o mesmo número de gols que o Metz, mas sofreu apenas oito. Quer mais? 13 dos últimos 15 jogos do Montpellier tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5), marca que foi atingida nos 3 últimos jogos do Metz.

TOP 5 AMBOS MARCAM — 1. Milan-Lazio: Outro jogo grande para o Milan de Pioli, que na última partida diante da Spal, pareceu se acertar defensivamente. Mas contra uma Lazio tão ofensiva, talvez o ambos marcam seja a melhor escolha, afinal, é a tônica de 8 dos últimos 10 duelos entre os dois na Serie A, e que foi marca de 4 dos últimos 6 jogos fora da Lazio.

2. Dortmund-Wolfsburg: A irregularidade de uma das duas defesas é um convite para a aposta de “ambos marcam”. A do Borussia Dortmund, que sofreu gol na maioria dos jogos da Bundesliga, mas seu ataque não deixou de marcar em nenhuma única partida. No outro lado, o ataque do Wolfsburg marcou em todas as partidas que fez fora de casa até agora.

3. Alanyaspor-Istanbul Basaksehir: O líder do campeonato turco, Alanyaspor, enfrenta um Basaksehir em busca de ascensão na tabela. Dois times que tem marcas comuns: grandes ataques e defesas relativamente irregulares. Além disso, tanto Alanyaspor quanto Basaksehir tiveram ambos marcam em 7 de seus 9 jogos. Uma boa tendência para ambos marcarem.

4. VVV-Feyenoord: Duas equipes que tem um número alto de jogos em que ambos marcaram. Com o Feyenoord, aconteceu em 8 de 11 jogos da Eredivisie, e com o VVV, 7 de 11. Embora o ataque do Feyenoord venha de dois jogos sem marcar fora de casa, incluindo uma surra por 4–0 diante do rival Ajax, a defesa do VVV sofreu gols em todos os jogos em casa até aqui. 

5. Zenit-CSKA Moscou: Pelos números de “ambos marcam”, seria uma escolha arriscada: foram apenas 5 jogos do Zenit em que ambos marcaram, e 6 do CSKA Moscou. Porém, estes aconteceram na maioria das vezes quando se enfrentaram o famoso “pelotão dos 5”, em que figuram Zenit, Rostov, Lokomotiv Moscou, Krasnodar e o CSKA Moscou, respectivamente, em que a distância do 5º, CSKA, é maior para o 6º, Ural (8 pontos), do que a distância do líder Zenit para ele (6 pontos). Por isso, se espera um jogo disputado.

TOP 5 ANYTIME — 1. Lukaku vs Bologna: O belga é o segundo jogador que mais marcou gols fora de casa na atual Serie A, com 5 gols. Uma tendência que pode ser vista para a sua Inter diante do Bologna no Renato Dall’Ara.

2. Abraham vs Watford: A premissa é justificada uma vez que o Chelsea enfrenta uma das piores defesas do campeonato. Para ajudar nas coisas, Abraham é o jogador que mais fez gols fora de casa na Premier League (6 gols).

3. Zé Luís vs Aves: Zé Luís é o artilheiro do Campeonato Português, com 6 gols, ao lado de Pizzi, do Benfica. Em vista a fase terrível do Aves, e o jogo em casa dos portistas, é de se esperar que o cabo-verdiano deixe o seu em mais essa rodada para o Porto. 

4. Aubameyang vs Wolves: Auba marcou em 3 dos 5 jogos do Arsenal no Emirates Stadium no campeonato, palco do confronto contra o Wolverhampton. É bem verdade que o gabonês não marca há 4 jogos, mas pode ser uma boa aposta. 

5. Alcácer vs Wolfsburg: Outro que passa por uma seca de gols, de 3 jogos, mas que sendo o jogo contra o Wolfsburg no Signal Iduna Park, onde costuma marcar gols, e já fez 3 nessa temporada, pode ser também uma boa oportunidade.

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Caio Bitencourt

Últimas Postagens

A onda tecnicista na função do auxiliar técnico de futebol
Jonatan Cavalcante

A onda tecnicista na função do auxiliar técnico de futebol

0 Comentários
Friendly #1 | Imaginar e construir o futuro, a habilidade fundamental do século XXI
Footure

Friendly #1 | Imaginar e construir o futuro, a habilidade fundamental do século XXI

0 Comentários
Surpresa e tradição: os classificados para as quartas do futebol masculino na Olimpíada
Caio Nascimento

Surpresa e tradição: os classificados para as quartas do futebol masculino na Olimpíada

0 Comentários
Osimhen, Simy, e a problemática das narrativas sobre jogadores africanos
Caio Bitencourt

Osimhen, Simy, e a problemática das narrativas sobre jogadores africanos

0 Comentários
O que esperar do Real Madrid para os próximos anos com Carlo Ancelotti?
Bruna Mendes

O que esperar do Real Madrid para os próximos anos com Carlo Ancelotti?

0 Comentários
O que explica as goleadas do Flamengo com Renato Gaúcho?
Gabriel de Assis

O que explica as goleadas do Flamengo com Renato Gaúcho?

0 Comentários
Como o Vojvodismo transformou o Fortaleza em protagonista no futebol brasileiro?
Jonatan Cavalcante

Como o Vojvodismo transformou o Fortaleza em protagonista no futebol brasileiro?

0 Comentários
God Save the Game #34 | A janela de transferências da Premier League 21/22
Gabriel Corrêa

God Save the Game #34 | A janela de transferências da Premier League 21/22

0 Comentários
Felipão chega entregando o de sempre: segurança e resultado
Gabriel de Assis

Felipão chega entregando o de sempre: segurança e resultado

0 Comentários
Guia do futebol masculino na Olimpíada de Tokyo 2020: parte 2
Caio Nascimento

Guia do futebol masculino na Olimpíada de Tokyo 2020: parte 2

0 Comentários
A Itália ainda pode crescer após o título da Euro?
Caio Bitencourt

A Itália ainda pode crescer após o título da Euro?

0 Comentários
Guia do futebol masculino na Olimpíada de Tokyo 2020: parte 1
Caio Nascimento

Guia do futebol masculino na Olimpíada de Tokyo 2020: parte 1

0 Comentários
O complicado início de Diego Aguirre no Internacional
Gabriel de Assis

O complicado início de Diego Aguirre no Internacional

0 Comentários
Rodrigo De Paul: o meia com DNA de Simeone e Atlético de Madrid
Bruna Mendes

Rodrigo De Paul: o meia com DNA de Simeone e Atlético de Madrid

0 Comentários
A Inglaterra superou seus traumas e, agora, se permite sonhar
Lucas Filus

A Inglaterra superou seus traumas e, agora, se permite sonhar

0 Comentários