Dicas de Betting - Brasileirão e Europa - 30ª Rodada

Os números de mais uma rodada do Campeonato Brasileiro, dicas de under/over na Europa e quem poder marcar a qualquer momento.

Final de semana com jogos pelo Campeonato Brasileiro e na Europa! A equipe do Footure está trazendo mais dicas, números e estatísticas para você que está em busca daquele green e fugir de um red. 

Cadastre-se na 1xBET, utilize o código FOOTURE e ganha um bônus de até R$500. Todos têm sua chance, use a usa! Faça seu cadastro e aposte clicando aqui.

Um último aviso: por óbvio, não há 100% de garantia de acerto, mas são algumas das tendências para os duelos. Jogue com moderação.

FONTES: OgolWhoScoredFutpédiaSoccerstats


Fortaleza x Atlético-MG

  • O Atlético-MG marcou no mínimo 2 gols em seus últimos 5 dos seus 6 jogos contra o Fortaleza.
  • O Atlético-MG não vence há 9 jogos fora de casa no Brasileirão.
  • Os últimos 3 jogos entre Fortaleza e Atlético-MG tiveram 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • Os últimos 3 jogos do Atlético-MG no Brasileirão tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • O Atlético-MG sofreu no mínimo 2 gols em 5 dos últimos 6 jogos pelo Brasileirão.
  • Todos os 6 jogos entre Fortaleza e Atlético-MG na era dos pontos corridos tiveram 2 gols ou mais (mais que 1.5).
  • Em 5 de todos os 7 jogos entre Fortaleza e Atlético-MG na história do Brasileirão houve 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • O Fortaleza venceu 3 dos seus últimos 4 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • O Atlético-MG não vence fora de casa há 3 meses e meio: última vitória por 2–1 contra a Chapecoense.
  • O Atlético-MG venceu o último confronto contra o Fortaleza no Castelão: 4–1 pelo Brasileirão de 2005.
  • Média de gols do confronto (histórico): 4/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 4,6 gols/partida.

Palmeiras x Ceará

  • O Palmeiras venceu 24 dos seus últimos 27 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • Nos últimos 4 jogos do Ceará fora de casa houve 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • O Palmeiras venceu seus últimos 3 jogos em casa diante do Ceará.
  • O Ceará nunca venceu o Palmeiras na capital paulista na história.
  • Última vez que o Palmeiras não venceu o Ceará na capital paulista: 1–1 em confronto pelo Brasileirão de 2010.
  • Na era dos pontos corridos, o confronto entre Palmeiras e Ceará é igual: foram 7 jogos pela Série A, com 2 vitórias para cada lado, e 3 empates.
  • O Palmeiras está invicto em casa no Brasileirão 2019. 
  • Última derrota do Palmeiras em casa no Brasileirão foi para uma equipe nordestina: 2–3 para o Sport, em 26 de maio de 2018.
  • O Ceará sofreu gols em todos os jogos que fez fora de casa no Brasileirão 2019.
  • 7 dos 11 jogos do Palmeiras no Allianz Parque no atual Brasileirão tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,46/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2 gols/partida.

Fluminense x Vasco

  • Em 6 dos últimos 7 jogos do Fluminense pelo Brasileirão houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • Nos últimos 3 jogos do Vasco fora de casa pelo Brasileirão houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • O Vasco venceu os 3 últimos clássicos contra o Fluminense por 1–0.
  • Última vitória do Fluminense contra o Vasco: 3–0 pela semifinal do Campeonato Carioca 2017. Pelo Brasileirão, 1–0 pelo segundo turno da Série A de 2015, no dia 1º de novembro daquele ano, com gol marcado por Gerson.
  • O Fluminense não vence há 4 jogos pelo Brasileirão.
  • O Vasco não perde há 4 jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • O Vasco venceu 8 dos últimos 10 jogos contra o Fluminense válidos pelo Brasileirão.
  • O Vasco venceu os 4 clássicos feitos no Novo Maracanã contra o Fluminense pelo Brasileirão.
  • Em 18 dos 27 clássicos entre Fluminense e Vasco na era dos pontos corridos houve 2 gols ou mais (mais que 1.5).
  • O Vasco virou no último clássico para vencer diante do Fluminense por 2–1. A última virada tricolor sobre o Vasco foi justamente pelo Brasileirão, em 2005, na vitória tricolor por 3–2 em 4 de agosto, em Volta Redonda. 
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,50/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,33 gols/partida.

Chapecoense x São Paulo

  • Em 9 dos últimos 10 jogos da Chapecoense pelo Brasileirão houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • O São Paulo só marcou em 1 das últimas 7 partidas fora de casa pelo Brasileirão.
  • Em todos os 5 jogos entre Chapecoense e São Paulo na Arena Condá houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • A Chapecoense venceu os últimos 3 jogos contra o São Paulo na Arena Condá.
  • Última vitória do São Paulo na Arena Condá: 1–0, pelo Brasileirão de 2015.
  • O São Paulo não marcou gols contra a Chapecoense na Arena Condá nos últimos 3 confrontos.
  • A Chapecoense não vence há 6 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • A Chapecoense tem vantagem contra o São Paulo no histórico: nos 11 jogos pelo Brasileirão, foram 4 vitórias alviverdes, 3 tricolores e 4 empates.
  • A Chapecoense não conseguiu emendar duas vitórias seguidas no Brasileirão 2019.
  • Em 3 dos últimos 5 jogos da Chapecoense, ambas as equipes marcaram gols, algo que não aconteceu nos últimos 6 jogos do São Paulo no campeonato.
  • Média de gols do confronto (histórico): 1,90/partida. 

Flamengo x Corinthians

  • O Flamengo venceu 13 dos últimos 14 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • O Flamengo está invicto no Maracanã pelo Brasileirão.
  • O Flamengo não sofreu gols em 6 dos últimos 8 jogos diante do Corinthians.
  • Nos últimos 3 jogos entre Flamengo e Corinthians por todas as competições no Maracanã houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • O Flamengo não sofreu gols em 5 dos seus últimos 7 jogos no Maracanã.
  • O Corinthians só venceu 1 dos últimos 10 jogos contra o Flamengo em todas as competições.
  • O Corinthians não vence há 7 jogos no Brasileirão.
  • Última vitória do Corinthians no Maracanã sobre o Flamengo: 3–0 pelo Brasileirão de 2015.
  • 23 de 31 jogos entre Flamengo e Corinthians pelos pontos corridos tiveram 2 gols ou mais (mais que 1.5).
  • No Novo Maracanã (pós-2013), em 5 jogos pelo Brasileirão, o Flamengo venceu 3, empatou 1 e perdeu 1 jogo para o Corinthians.
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,58/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,48 gols/partida.

Athletico x CSA

  • O CSA perdeu no intervalo e no final da partida nos últimos 5 jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • O CSA perdeu seus últimos 5 jogos fora de casa.
  • Em 8 dos últimos 10 jogos fora de casa do CSA houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • O CSA perdeu por 1 gol de diferença nos últimos 3 jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • O CSA nunca venceu o Athletico em todas as competições.
  • O Athletico só perdeu 1 dos seus últimos 8 jogos pelo Brasileirão.
  • O Athletico sofreu gols em seus últimos 12 jogos pelo Brasileirão.
  • O Athletico venceu apenas 2 dos seus últimos 6 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • O CSA é o visitante que menos pontuou no campeonato: 6 pontos em 14 rodadas.
  • Em 12 dos últimos 14 jogos do Athletico pelo Brasileirão, houve 2 gols ou mais (mais que 1.5).
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,25/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 4 gols/partida.

Grêmio x Internacional

  • O Grêmio não sofreu gols em 9 dos últimos 10 Grenais por todas as competições.
  • Nos últimos 7 confrontos entre Grêmio e Internacional, houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • Os últimos 3 clássicos entre Grêmio e Internacional terminaram empatados.
  • O Grêmio venceu no intervalo e no final da partida em seus 3 últimos jogos em casa pelo Brasileirão.
  • O Grêmio só perdeu 1 dos últimos 12 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • O Internacional venceu seus 2 últimos jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • O Grêmio nunca perdeu para o Internacional na Arena pelo Brasileirão.
  • Última derrota de Renato Gaúcho em casa em um Grenal: 3–2 Internacional, final do Campeonato Gaúcho de 2011. 
  • 21 dos 29 clássicos entre Grêmio e Internacional na era dos pontos corridos tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • 47 dos 63 clássicos entre Grêmio e Internacional na história do Brasileirão tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Média de gols do confronto (histórico): 1,80/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 1,86 gols/partida.

Cruzeiro x Bahia

  • Os últimos 3 jogos entre Cruzeiro e Bahia terminaram empatados.
  • Em 9 dos últimos 11 jogos em casa do Cruzeiro pelo Brasileirão houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • Nos últimos 5 jogos entre Cruzeiro e Bahia houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • Em 5 dos últimos 6 jogos do Bahia fora de casa pelo Brasileirão houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • O Cruzeiro está invicto nos últimos 7 jogos pelo Brasileirão.
  • O Bahia não vence há 3 jogos pelo Brasileirão.
  • O Bahia venceu na única visita que fez a Belo Horizonte em 2019: 1–0 sobre o Atlético, em 24 de agosto.
  • O Bahia só venceu por uma vez o Cruzeiro no Mineirão pelo Brasileiro: em 2013, por 2–1, quando escapou do rebaixamento, no jogo da festa pelo terceiro título brasileiro cruzeirense. Somando outras visitas a Minas Gerais, o tricolor só venceu também em 1991, por 1–0, no Independência. 
  • Contando o período do velho Mineirão, o Cruzeiro venceu 8 dos últimos 10 jogos diante do Bahia quando jogou no Gigante da Pampulha.
  • Os 5 últimos confrontos entre Cruzeiro e Bahia pelo Brasileirão desde o retorno do tricolor a Série A, em 2017, tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,48/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,6 gols/partida.

Santos x Botafogo

  • O Santos não sofreu gols em 7 das últimas 9 partidas contra o Botafogo.
  • O Botafogo esteve perdendo no intervalo e no final da partida em 7 dos seus últimos 9 jogos pelo Brasileirão.
  • Os últimos 6 jogos entre Santos e Botafogo tiveram menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • Em 7 dos 8 últimos jogos do Santos pelo Brasileirão houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • O Botafogo só marcou em 1 dos últimos 6 jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • O Botafogo perdeu seus últimos 5 jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • O Botafogo só venceu 1 dos últimos 10 jogos contra o Santos por todas as competições.
  • O Santos marcou no mínimo 2 gols em 3 das suas últimas 4 partidas em casa pelo Brasileirão.
  • Em 3 dos últimos 4 jogos do Botafogo pelo Brasileirão houve 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • O Santos só perdeu 1 de 15 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,33/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,20 gols/partida.

Goiás x Avaí

  • O Avaí perdeu 9 das suas últimas 11 partidas fora de casa pelo Brasileirão.
  • Nos últimos 3 jogos do Goiás pelo Brasileirão houve 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • O Goiás sofreu pelo menos 2 gols em suas últimas 3 partidas pelo Brasileirão.
  • O Avaí venceu o último confronto contra o Goiás em Goiânia: 3–0 pela Série B de 2018, no Estádio Olímpico de Goiânia.
  • Última vitória do Avaí no Serra Dourada: 1–0 pelo Brasileirão de 2015.
  • No retrospecto geral, um confronto equilibrado: 18 jogos, com 8 vitórias do Avaí, 7 do Goiás e 3 empates.
  • Na Série A, o confronto é desequilibrado: foram 7 jogos, com 5 vitórias do Avaí, 1 do Goiás e 1 empate.
  • Todos os 3 confrontos entre Goiás e Avaí no Estádio Serra Dourada pela Série A tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Em 4 de 7 jogos entre Goiás e Avaí pelo Brasileirão da Série A houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • O Avaí não vence há 9 jogos pelo Brasileirão.
  • Média de gols do confronto (histórico/pontos corridos): 2,14/partida. 

TOP 5 EUROPEU

TOP 5 RESULTADO FINAL — 1. Angers-Strasbourg: O Angers, quinto colocado, se vencer, pode entrar na zona de Liga dos Campeões. É o time com a terceira melhor campanha em casa da Ligue 1, atrás apenas de Lille e PSG. O Strasbourg, se perder, pode entrar na zona do rebaixamento. É o pior visitante do campeonato. Franco favoritismo para o Angers.

2. Porto-Aves: O Porto, vice-líder do Português, enfrenta o lanterna do campeonato, Aves. Só isso já seria uma justificativa. Mas ainda tem mais. Os portistas venceram seus quatro jogos no Estádio do Dragão, enquanto o Aves perdeu seus 5 jogos que fez fora de casa no campeonato até aqui.

3. Manchester City-Southampton: O City tem boa campanha em casa, e contra um Southampton que já perdeu durante a semana para o próprio City, e que na última rodada sofreu um 9–0 e entrou na zona do rebaixamento, a equipe citizen não deverá ter grandes problemas para buscar o Liverpool e diminuir a distância para o topo. 

4. Real Madrid-Betis: O Madrid, tentando buscar de volta a liderança perdida de La Liga, recebe no Santiago Bernabéu, onde está invicto na temporada, um Betis que está próximo da zona de rebaixamento e que só marcou 1 ponto em 5 jogos fora de casa. Franco favoritismo para os madridistas.

5. Utrecht-Fortuna Sittard: O Utrecht está em um bom momento na Eredivisie, venceu 4 dos últimos 6 jogos na competição, venceu seus 5 últimos jogos em casa, e jogará contra um Fortuna Sittard que já frequenta a zona de rebaixamento do campeonato.

TOP 5 DUPLA POSSIBILIDADE — 1. Sparta Rotterdam-PSV: A vitória do PSV contra um Sparta Rotterdam que ainda não se encontrou na Eredivisie, em outros tempos iria para a coluna dos resultados finais, porém, com a má fase do time de Eindhoven, com duas derrotas consecutivas, pode ser uma situação mais difícil. 

2. Benfica-Rio Ave: O Benfica vem de uma série de vitórias, 6 consecutivas, que lhe deram a liderança do campeonato. Podem ter problemas contra um Rio Ave que tem uma razoável campanha fora de casa, com 7 pontos em 4 jogos, tendo vencido o Sporting em um deles. Um favoritismo do Benfica, mas com um pé atrás.

3. Atalanta-Cagliari: A Atalanta está em grande fase, e tentará se recuperar do polêmico empate com o Napoli no meio de semana, em sua casa, a Gewiss Arena (ou Atleti Azzurri d’Italia, como preferir), local onde venceu seus dois jogos. Por outro lado, confronto perigoso, pois o Cagliari, se vencer, pode chegar até a zona da Champions League. E levando em conta que os sardos chegaram a ganhar do Napoli e empatar com a Roma fora de casa, pode ter perigo.

4. Levante-Barcelona: Um duelo que pareceria simples para o Barcelona, líder do campeonato, e franco favorito do confronto, mas o Levante jogando em casa, nas últimas duas temporadas, venceu o Barça por duas vezes. Se pode manter o favoritismo dos catalães, mas se precavendo contra a surpresa valenciana do Levante.

5. Aston Villa-Liverpool: A escolha pelos reds é justificável. Líder da Premier League, invicto, melhor campanha fora de casa, contra um Aston Villa que ainda é uma incógnita, e terá o seu primeiro jogo contra alguém do chamado “Big 6” no Villa Park. Até aqui, só enfrentou Tottenham e City, ambos fora de casa, vendeu caro suas derrotas, e pretende, na pior das hipóteses, fazer o mesmo com o Liverpool.

TOP 5 OVER — 1. Frankfurt-Bayern: O over é uma aposta comum para jogos de Frankfurt e Bayern. Aconteceu nos últimos 8 jogos do Frankfurt e em 9 dos últimos 10 do Bayern, ambos pela Bundesliga. E quando é o confronto de um contra o outro? A tendência só pode ser semelhante.

2. AZ-Twente: O AZ, em grande fase, tem o terceiro melhor ataque da Eredivisie, com 25 gols, e o adversário, o Twente, na sua primeira campanha de volta a elite holandesa, tem 21 gols, um número expressivo. Porém, as diferenças se vão pelas defesas. O AZ tem a melhor da liga, com 8 sofridos, enquanto o Twente sofreu 20. A promessa de um over é alta, em vista seus ataques e que ambos vem de vitórias por 4 gols na última rodada, sobre PSV e Emmen, respectivamente.

3. Fiorentina-Parma: Dois times de ataques semelhantes, ambos tendo marcado 15 gols, e ambos que também sofreram a mesma faixa de gols, tendo o Parma sofrido 14 e a Viola 13. Mais uma coisa em comum, a promessa de um jogo aberto, com a Fiorentina podendo entrar na zona europeia. Quer mais? 3 dos 5 jogos da Fiorentina em casa tiveram 3 gols ou mais. 

4. Watford-Chelsea: O Watford tem a terceira pior defesa do campeonato, com 21 gols sofridos, enquanto o Chelsea tem um dos melhores ataques da Premier League, com 23 gols sofridos, mas tem uma defesa irregular, com 16 gols sofridos. Uma boa chance de over.

5. Union Berlin-Hertha Berlin: O primeiro clássico de Berlim entre o time de Berlim Oriental (Union) e o da Ocidental (Hertha) tem uma alta tendência de gols. Isso se deve a irregularidade defensiva do Union, que sofreu 15 gols na temporada, e também a do Hertha, que sofreu 16, embora seus 15 gols no ataque quase neutralizem tudo. O ataque do Union decepciona, mas pode se reencontrar com as redes jogando em casa.

TOP 5 UNDER — 1. Sevilla-Atlético: Parece rotina colocar jogos do Atlético nessa seção. Porque realmente 11 dos últimos jogos colchoneros na temporada tiveram menos que 3 gols. E o mesmo vale para os sevillistas, que tiveram seus últimos 3 jogos em La Liga com menos que 3 gols (menos que 2.5). 

2. Nice-Reims: 9 dos últimos confrontos entre Nice e Reims tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5). Pelos números do Nice, de 13 gols no ataque e 18 sofridos na defesa, poderia ser arriscada a escolha no under. Mas os números do Reims “confirmam” a escolha: apenas 9 gols no ataque e a melhor defesa da Ligue 1, com 4 gols sofridos.

3. Verona-Brescia: Todos os jogos do Verona no Marcantonio Bentegodì tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5). Além disso, 3 dos 5 jogos do Brescia fora de casa também tiveram a mesma marca, o que deve ser uma tendência para under.

4. Crystal Palace-Leicester: Todos os jogos do Crystal Palace no Selhurst Park tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5). Com o Leicester fora de casa, não é tão comum, em vista que aconteceu em 2 de 5 vezes, mas em vista como o Palace neutraliza até ataques fortes como o do City, o under parece uma melhor aposta.

5. Metz-Montpellier: Outro caso da Ligue 1 em que os números de um talvez não justifiquem a aposta pelo under, e os do outro se justifiquem. O caso “não-justificável” é o do Metz, com um ataque que marcou 9 gols, mas que a defesa sofreu 16, não a toa, tentará vencer pra sair da zona do rebaixamento. Já o Montpellier, marcou o mesmo número de gols que o Metz, mas sofreu apenas oito. Quer mais? 13 dos últimos 15 jogos do Montpellier tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5), marca que foi atingida nos 3 últimos jogos do Metz.

TOP 5 AMBOS MARCAM — 1. Milan-Lazio: Outro jogo grande para o Milan de Pioli, que na última partida diante da Spal, pareceu se acertar defensivamente. Mas contra uma Lazio tão ofensiva, talvez o ambos marcam seja a melhor escolha, afinal, é a tônica de 8 dos últimos 10 duelos entre os dois na Serie A, e que foi marca de 4 dos últimos 6 jogos fora da Lazio.

2. Dortmund-Wolfsburg: A irregularidade de uma das duas defesas é um convite para a aposta de “ambos marcam”. A do Borussia Dortmund, que sofreu gol na maioria dos jogos da Bundesliga, mas seu ataque não deixou de marcar em nenhuma única partida. No outro lado, o ataque do Wolfsburg marcou em todas as partidas que fez fora de casa até agora.

3. Alanyaspor-Istanbul Basaksehir: O líder do campeonato turco, Alanyaspor, enfrenta um Basaksehir em busca de ascensão na tabela. Dois times que tem marcas comuns: grandes ataques e defesas relativamente irregulares. Além disso, tanto Alanyaspor quanto Basaksehir tiveram ambos marcam em 7 de seus 9 jogos. Uma boa tendência para ambos marcarem.

4. VVV-Feyenoord: Duas equipes que tem um número alto de jogos em que ambos marcaram. Com o Feyenoord, aconteceu em 8 de 11 jogos da Eredivisie, e com o VVV, 7 de 11. Embora o ataque do Feyenoord venha de dois jogos sem marcar fora de casa, incluindo uma surra por 4–0 diante do rival Ajax, a defesa do VVV sofreu gols em todos os jogos em casa até aqui. 

5. Zenit-CSKA Moscou: Pelos números de “ambos marcam”, seria uma escolha arriscada: foram apenas 5 jogos do Zenit em que ambos marcaram, e 6 do CSKA Moscou. Porém, estes aconteceram na maioria das vezes quando se enfrentaram o famoso “pelotão dos 5”, em que figuram Zenit, Rostov, Lokomotiv Moscou, Krasnodar e o CSKA Moscou, respectivamente, em que a distância do 5º, CSKA, é maior para o 6º, Ural (8 pontos), do que a distância do líder Zenit para ele (6 pontos). Por isso, se espera um jogo disputado.

TOP 5 ANYTIME — 1. Lukaku vs Bologna: O belga é o segundo jogador que mais marcou gols fora de casa na atual Serie A, com 5 gols. Uma tendência que pode ser vista para a sua Inter diante do Bologna no Renato Dall’Ara.

2. Abraham vs Watford: A premissa é justificada uma vez que o Chelsea enfrenta uma das piores defesas do campeonato. Para ajudar nas coisas, Abraham é o jogador que mais fez gols fora de casa na Premier League (6 gols).

3. Zé Luís vs Aves: Zé Luís é o artilheiro do Campeonato Português, com 6 gols, ao lado de Pizzi, do Benfica. Em vista a fase terrível do Aves, e o jogo em casa dos portistas, é de se esperar que o cabo-verdiano deixe o seu em mais essa rodada para o Porto. 

4. Aubameyang vs Wolves: Auba marcou em 3 dos 5 jogos do Arsenal no Emirates Stadium no campeonato, palco do confronto contra o Wolverhampton. É bem verdade que o gabonês não marca há 4 jogos, mas pode ser uma boa aposta. 

5. Alcácer vs Wolfsburg: Outro que passa por uma seca de gols, de 3 jogos, mas que sendo o jogo contra o Wolfsburg no Signal Iduna Park, onde costuma marcar gols, e já fez 3 nessa temporada, pode ser também uma boa oportunidade.

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Caio Bitencourt

Últimas Postagens

Power in Motion: o projeto de restabelecimento do Dínamo de Moscou
Caio Nascimento

Power in Motion: o projeto de restabelecimento do Dínamo de Moscou

0 Comentários
Em sua primeira final europeia da história, o Villarreal desbanca o Arsenal nas semis da Europa League
Bruna Mendes

Em sua primeira final europeia da história, o Villarreal desbanca o Arsenal nas semis da Europa League

0 Comentários
A coerência no Chelsea de Thomas Tuchel e no City de Pep Guardiola
Lucas Filus

A coerência no Chelsea de Thomas Tuchel e no City de Pep Guardiola

0 Comentários
O que fez Darío Sarmiento chamar a atenção do Manchester City?
Dimitri Barcellos

O que fez Darío Sarmiento chamar a atenção do Manchester City?

0 Comentários
Paul Pogba pode ser o primeiro ‘reforço’ do United para a próxima temporada
Lucas Filus

Paul Pogba pode ser o primeiro 'reforço’ do United para a próxima temporada

0 Comentários
A vez da geração 2004: conheça Matheus Nascimento, Cowell, Sesko e Demir
Caio Nascimento

A vez da geração 2004: conheça Matheus Nascimento, Cowell, Sesko e Demir

0 Comentários
Por que João Pedro é a tábua de salvação para o Cagliari
Caio Bitencourt

Por que João Pedro é a tábua de salvação para o Cagliari

0 Comentários
Biotipo, velocidade de raciocínio e tomada de decisão: o que é a intensidade no futebol
Caio Alves

Biotipo, velocidade de raciocínio e tomada de decisão: o que é a intensidade no futebol

0 Comentários
Knappenschmiede: a histórica forja do Schalke 04 em meio a turbulência existencial do clube
Caio Nascimento

Knappenschmiede: a histórica forja do Schalke 04 em meio a turbulência existencial do clube

0 Comentários
Campeão da Copa do Rei, Barcelona domina o Athletic e busca o doblete
Bruna Mendes

Campeão da Copa do Rei, Barcelona domina o Athletic e busca o doblete

0 Comentários
O que a contratação de Alexandre Gallo pode aportar ao Santa Cruz?
Jonatan Cavalcante

O que a contratação de Alexandre Gallo pode aportar ao Santa Cruz?

0 Comentários
4 histórias para se observar na fase de grupos da Libertadores 2021
Dimitri Barcellos

4 histórias para se observar na fase de grupos da Libertadores 2021

0 Comentários
Raúl Bobadilla e Abel Hernández: conheça os novos centroavantes do Fluminense
Gabriel Corrêa

Raúl Bobadilla e Abel Hernández: conheça os novos centroavantes do Fluminense

0 Comentários
Kayky, Galarza, Nestor, Kaiky, Rodrigo Varanda e o semestre animador dos garotos da base brasileira
Caio Nascimento

Kayky, Galarza, Nestor, Kaiky, Rodrigo Varanda e o semestre animador dos garotos da base brasileira

0 Comentários
As transições da Inter que as deixam na cara do gol (e do Scudetto)
Caio Bitencourt

As transições da Inter que as deixam na cara do gol (e do Scudetto)

0 Comentários