Enzo Pérez: o ritmista de Gallardo

Argentino reencontra treinador que mudou os rumos de sua carreira e mostra no River sua versão mais controladora

Foi aos 27 anos que Enzo Pérez se reencontrou como jogador de futebol. O meia-direita que deixou o Estudiantes após a conquista da Libertadores da América de 2009 se transformou ao chegar em Lisboa. A carreira de um jogador que poderia ser “boa” na Europa, se transformou na de “melhor jogador na temporada 2013/2014” quando se transformou num camisa 5 sob o comando de Jorge Jesus.

“Jesus me propôs jogar como primeiro volante. Eu não queria saber disso, não me via ali, mas ele me disse: “Fica tranquilo, vamos praticar. Vou te mostrar vídeos e faremos exercícios depois da hora”. Terminei sendo o melhor jogador de futebol de Portugal em 2014. Ele tinha razão”.

Enzo Pérez em entrevista ao portal La Nacion.

Na equipe de Marcelo Gallardo que atua no 4-1-3-2, cabe ao camisa 24 participar de todas as ações em saída de bola. Não por acaso, tem média de 85 toque na bola por partida. Se pegarmos suas últimas cinco partidas pelo River Plate, os números são ainda maiores: Estudiantes (105), Rosário Central (113), Colón (118), Boca (52) e Almagro (112). Por quê a diferença tão grande no duelo contra os rivais na Bombonera? Foi uma das únicas vezes onde a equipe de Gallardo deixou o adversário ter a bola e, também, pouco se sentiu confortável com ela.

O mapa de calor do meio-campista Enzo Pérez (Imagem: SofaScore)

Por se tratar de uma equipe bastante vertical, outra característica acaba ficando em evidência para Enzo: os lançamentos longos. Em média, tenta 10 por partida e tem um índice de 80% de acertos. Estes passes que buscam De la Cruz, Suárez e Borré. Deixar com que o mediocentro dos Millionários pense as jogadas por muito tempo, pode ser fatal para que ele encontre ‘Nacho’ Fernández e Exequiel Palacios nas entrelinhas.

Os números defensivos de Enzo Pérez:

2.3 desarmes em média

1.5 interceptações em média

0.5 roubadas no campo rival em média

7 duelos vencidos pelo chão ou no alto (70% do total)

Stats da SofaScore

Quando pegamos a parte defensiva, este trabalho fica a cargo do quinteto ofensivo e Enzo se preocupa em fechar os espaços que podem sobrar em algum drible ou passe adversário.

E neste reencontro entre aluno e professor, Enzo Pérez sabe que sua presença – e por isso a preocupação após o jogo contra o Estudiantes – é fundamental para enfrentar o pressing rival e clarear as jogadas encontrando o melhor caminho para as glórias em Santiago.

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Gabriel Corrêa

Últimas Postagens

Power in Motion: o projeto de restabelecimento do Dínamo de Moscou
Caio Nascimento

Power in Motion: o projeto de restabelecimento do Dínamo de Moscou

0 Comentários
Em sua primeira final europeia da história, o Villarreal desbanca o Arsenal nas semis da Europa League
Bruna Mendes

Em sua primeira final europeia da história, o Villarreal desbanca o Arsenal nas semis da Europa League

0 Comentários
A coerência no Chelsea de Thomas Tuchel e no City de Pep Guardiola
Lucas Filus

A coerência no Chelsea de Thomas Tuchel e no City de Pep Guardiola

0 Comentários
O que fez Darío Sarmiento chamar a atenção do Manchester City?
Dimitri Barcellos

O que fez Darío Sarmiento chamar a atenção do Manchester City?

0 Comentários
Paul Pogba pode ser o primeiro ‘reforço’ do United para a próxima temporada
Lucas Filus

Paul Pogba pode ser o primeiro 'reforço’ do United para a próxima temporada

0 Comentários
A vez da geração 2004: conheça Matheus Nascimento, Cowell, Sesko e Demir
Caio Nascimento

A vez da geração 2004: conheça Matheus Nascimento, Cowell, Sesko e Demir

0 Comentários
Por que João Pedro é a tábua de salvação para o Cagliari
Caio Bitencourt

Por que João Pedro é a tábua de salvação para o Cagliari

0 Comentários
Biotipo, velocidade de raciocínio e tomada de decisão: o que é a intensidade no futebol
Caio Alves

Biotipo, velocidade de raciocínio e tomada de decisão: o que é a intensidade no futebol

0 Comentários
Knappenschmiede: a histórica forja do Schalke 04 em meio a turbulência existencial do clube
Caio Nascimento

Knappenschmiede: a histórica forja do Schalke 04 em meio a turbulência existencial do clube

0 Comentários
Campeão da Copa do Rei, Barcelona domina o Athletic e busca o doblete
Bruna Mendes

Campeão da Copa do Rei, Barcelona domina o Athletic e busca o doblete

0 Comentários
O que a contratação de Alexandre Gallo pode aportar ao Santa Cruz?
Jonatan Cavalcante

O que a contratação de Alexandre Gallo pode aportar ao Santa Cruz?

0 Comentários
4 histórias para se observar na fase de grupos da Libertadores 2021
Dimitri Barcellos

4 histórias para se observar na fase de grupos da Libertadores 2021

0 Comentários
Raúl Bobadilla e Abel Hernández: conheça os novos centroavantes do Fluminense
Gabriel Corrêa

Raúl Bobadilla e Abel Hernández: conheça os novos centroavantes do Fluminense

0 Comentários
Kayky, Galarza, Nestor, Kaiky, Rodrigo Varanda e o semestre animador dos garotos da base brasileira
Caio Nascimento

Kayky, Galarza, Nestor, Kaiky, Rodrigo Varanda e o semestre animador dos garotos da base brasileira

0 Comentários
As transições da Inter que as deixam na cara do gol (e do Scudetto)
Caio Bitencourt

As transições da Inter que as deixam na cara do gol (e do Scudetto)

0 Comentários