Enzo Pérez: o ritmista de Gallardo

Argentino reencontra treinador que mudou os rumos de sua carreira e mostra no River sua versão mais controladora

Foi aos 27 anos que Enzo Pérez se reencontrou como jogador de futebol. O meia-direita que deixou o Estudiantes após a conquista da Libertadores da América de 2009 se transformou ao chegar em Lisboa. A carreira de um jogador que poderia ser “boa” na Europa, se transformou na de “melhor jogador na temporada 2013/2014” quando se transformou num camisa 5 sob o comando de Jorge Jesus.

“Jesus me propôs jogar como primeiro volante. Eu não queria saber disso, não me via ali, mas ele me disse: “Fica tranquilo, vamos praticar. Vou te mostrar vídeos e faremos exercícios depois da hora”. Terminei sendo o melhor jogador de futebol de Portugal em 2014. Ele tinha razão”.

Enzo Pérez em entrevista ao portal La Nacion.

Na equipe de Marcelo Gallardo que atua no 4-1-3-2, cabe ao camisa 24 participar de todas as ações em saída de bola. Não por acaso, tem média de 85 toque na bola por partida. Se pegarmos suas últimas cinco partidas pelo River Plate, os números são ainda maiores: Estudiantes (105), Rosário Central (113), Colón (118), Boca (52) e Almagro (112). Por quê a diferença tão grande no duelo contra os rivais na Bombonera? Foi uma das únicas vezes onde a equipe de Gallardo deixou o adversário ter a bola e, também, pouco se sentiu confortável com ela.

O mapa de calor do meio-campista Enzo Pérez (Imagem: SofaScore)

Por se tratar de uma equipe bastante vertical, outra característica acaba ficando em evidência para Enzo: os lançamentos longos. Em média, tenta 10 por partida e tem um índice de 80% de acertos. Estes passes que buscam De la Cruz, Suárez e Borré. Deixar com que o mediocentro dos Millionários pense as jogadas por muito tempo, pode ser fatal para que ele encontre ‘Nacho’ Fernández e Exequiel Palacios nas entrelinhas.

Os números defensivos de Enzo Pérez:

2.3 desarmes em média

1.5 interceptações em média

0.5 roubadas no campo rival em média

7 duelos vencidos pelo chão ou no alto (70% do total)

Stats da SofaScore

Quando pegamos a parte defensiva, este trabalho fica a cargo do quinteto ofensivo e Enzo se preocupa em fechar os espaços que podem sobrar em algum drible ou passe adversário.

E neste reencontro entre aluno e professor, Enzo Pérez sabe que sua presença – e por isso a preocupação após o jogo contra o Estudiantes – é fundamental para enfrentar o pressing rival e clarear as jogadas encontrando o melhor caminho para as glórias em Santiago.

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Gabriel Corrêa

Últimas Postagens

A onda tecnicista na função do auxiliar técnico de futebol
Jonatan Cavalcante

A onda tecnicista na função do auxiliar técnico de futebol

0 Comentários
Friendly #1 | Imaginar e construir o futuro, a habilidade fundamental do século XXI
Footure

Friendly #1 | Imaginar e construir o futuro, a habilidade fundamental do século XXI

0 Comentários
Surpresa e tradição: os classificados para as quartas do futebol masculino na Olimpíada
Caio Nascimento

Surpresa e tradição: os classificados para as quartas do futebol masculino na Olimpíada

0 Comentários
Osimhen, Simy, e a problemática das narrativas sobre jogadores africanos
Caio Bitencourt

Osimhen, Simy, e a problemática das narrativas sobre jogadores africanos

0 Comentários
O que esperar do Real Madrid para os próximos anos com Carlo Ancelotti?
Bruna Mendes

O que esperar do Real Madrid para os próximos anos com Carlo Ancelotti?

0 Comentários
O que explica as goleadas do Flamengo com Renato Gaúcho?
Gabriel de Assis

O que explica as goleadas do Flamengo com Renato Gaúcho?

0 Comentários
Como o Vojvodismo transformou o Fortaleza em protagonista no futebol brasileiro?
Jonatan Cavalcante

Como o Vojvodismo transformou o Fortaleza em protagonista no futebol brasileiro?

0 Comentários
God Save the Game #34 | A janela de transferências da Premier League 21/22
Gabriel Corrêa

God Save the Game #34 | A janela de transferências da Premier League 21/22

0 Comentários
Felipão chega entregando o de sempre: segurança e resultado
Gabriel de Assis

Felipão chega entregando o de sempre: segurança e resultado

0 Comentários
Guia do futebol masculino na Olimpíada de Tokyo 2020: parte 2
Caio Nascimento

Guia do futebol masculino na Olimpíada de Tokyo 2020: parte 2

0 Comentários
A Itália ainda pode crescer após o título da Euro?
Caio Bitencourt

A Itália ainda pode crescer após o título da Euro?

0 Comentários
Guia do futebol masculino na Olimpíada de Tokyo 2020: parte 1
Caio Nascimento

Guia do futebol masculino na Olimpíada de Tokyo 2020: parte 1

0 Comentários
O complicado início de Diego Aguirre no Internacional
Gabriel de Assis

O complicado início de Diego Aguirre no Internacional

0 Comentários
Rodrigo De Paul: o meia com DNA de Simeone e Atlético de Madrid
Bruna Mendes

Rodrigo De Paul: o meia com DNA de Simeone e Atlético de Madrid

0 Comentários
A Inglaterra superou seus traumas e, agora, se permite sonhar
Lucas Filus

A Inglaterra superou seus traumas e, agora, se permite sonhar

0 Comentários