Guia do Brasileirão 2021 | Como joga o Palmeiras de Abel Ferreira

Em parceria com as redes sociais oficiais do Brasileirão, lançamos o Guia do Campeonato Brasileiro 2021. No décimo sexto dia, vamos conhecer o Palmeiras de Abel Ferreira

Depois de conquistar Copa do Brasil e Libertadores da América, Abel Ferreira agora quer mais no Palmeiras. Podendo iniciar uma temporada, o português já produz algumas alterações na equipe que vimos conquistar as competições na temporada passada e para o Brasileirão 2021, a expectativa de brigar pelo título é muito forte.

A CONSTRUÇÃO DO PALMEIRAS

A mudança para um sistema com três zagueiros não alterou tanto a construção das jogadas em comparação ao time que conquistou a Libertadores de 2020, mas algumas peças trouxeram dinâmicas que ampliaram o leque do Palmeiras nesta fase do jogo. O goleiro Weverton tem um ótimo passe longo (e curto) e participa ativamente da saída e aqui já veremos uma situação bem interessante. Como ele já seria o terceiro jogador na saída, o zagueiro central (Gómez) avança até as costas da defesa adversária para receber o passe, tornando uma saída de 3+1 Senão, em vários momentos do tiro de meta, Gómez se aproxima para receber o passe e Felipe Melo se torna este jogador atrás da primeira linha de marcação adversária.

O jogo é muito forte buscando o centro, mas também os alas (Mayke e Victor Luis) ou então os jogadores que estão no meio-espaço (Veiga e Patrick de Paula). Lá na frente, Luiz Adriano se notabilizou pelos apoios e é uma peça importante para desafogar a equipe em alguns momentos.

COMO ATACA O PALMEIRAS

Na parte ofensiva, precisamos começar falando sobre a dupla Rony e Luiz Adriano. Atuando próximos, as suas características casaram muito bem para o que pede Abel Ferreira em fase ofensiva. Enquanto o camisa 10 recua mais para gerar apoios, fazer um pivô e, em muitos momentos, esperar os cruzamentos um pouco atrás da linha de defesa; Rony é o responsável por atacar os espaços e receber estes passes em profundidade, se tornando uma peça vital para o funcionamento da equipe. Sua capacidade de finalização tem sido muito importante em diversos jogos.

Além disso, não é só o camisa 7 que se aproveita destes espaços gerados por Luiz Adriano. Um pouco mais atrás, Raphael Veiga tem se notabilizado por chegar muito bem na área adversário ou então receber o passe de Luiz e finalizar na entrada da área para marcar.

Pelos lados do campo, os laterais do lado oposto de onde está a bola tentam fechar bastante para gerar uma superioridade nos cruzamentos. Quem mais tem realizado estes movimentos é Victor Luis, que pegou o lugar de Matias Viña nos últimos jogos. No lado direito, Mayke gosta mais de chegar ao fundo e tem espaço para isso.

No meio, Felipe Melo é sempre o passe mais seguro (de retorno) e quem inverte as jogadas de um lado para o outro com sua boa capacidade de lançamentos. Na sua esquerda, Patrick de Paula recuperou mais espaço e, jogando numa linha mais adiantado, tem sido importante para receber na zona de entrelinha, sair da marcação com conduções e finalizar de fora da área.

COMO DEFENDE O PALMEIRAS

O primeiro movimento do Palmeiras para defender é os alas ficarem mais próximos aos zagueiros numa linha de cinco. Entretanto, para não desguarnecer muito por dentro com apenas três jogadores (Felipe Melo, Veiga e Patrick de Paula), um dos atacantes — na maioria das vezes Luiz Adriano — recua protegendo um dos lados ou então por dentro e o camisa 5 fazendo a compensação na esquerda. Rony fica mais adiantado para receber os passes nas costas da defesa e puxar os contra-golpes e aqui também funciona muito bem a parceria com Luiz Adriano.

Na linha defensiva, em alguns momentos é possível observar um dos zagueiros desgarrar um pouco da linha para pressionar o atacante se ele estiver próximo de receber o passe ou então estiver com a bola — e logo seus companheiros fecham o espaço como se fossem defender numa linha de 4. No mais, a equipe gosta de ir fechando os espaços numa pressão mais na zona de meio-campo para poder lançar Rony.

BOLAS PARADAS

Bolas Laterais Ofensivas: o maior destaque nas bolas laterais são as inúmeras tentativas de jogada ensaiada com dois/três toques antes de efetuar o cruzamento e, assim, conseguir desestabilizar a defesa adversária.

Escanteios Ofensivos: também é comum algumas cobranças de escanteio curto para o companheiro ter um maior angulo de cruzamento e desconectar a marcação adversária. De maneira geral, bolas pelo alto procurando Felipe Melo e Gustavo Gómez, que sempre estão mais ao centro da área. Com os cruzamentos mais fechados, temos três jogadores sempre na pequena área para atrapalhar a defesa rival.

Escanteios Defensivos: a marcação é misto com cerca de 4/5 jogadores marcando por zona, dois atletas em marcação individual e mais os jogadores responsáveis pelo rebote e contra-ataque da equipe.

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Últimas Postagens

O que é Ataque Posicional: explicando o conceito de um dos quatro tipos de ataque

O que é Ataque Posicional: explicando o conceito de um dos quatro tipos de ataque

0 Comentários
Renato Gaúcho muda padrão tático do Flamengo: controlar o jogo ou contra-atacar?

Renato Gaúcho muda padrão tático do Flamengo: controlar o jogo ou contra-atacar?

0 Comentários
Como joga o Coritiba de Gustavo Morínigo: análise tática completa

Como joga o Coritiba de Gustavo Morínigo: análise tática completa

0 Comentários
Os jogadores sub-23 com mais key passes do Brasileirão

Os jogadores sub-23 com mais key passes do Brasileirão

0 Comentários
As diferentes formas de sair jogando desde a defesa

As diferentes formas de sair jogando desde a defesa

0 Comentários
Como joga o Botafogo de Enderson Moreira

Como joga o Botafogo de Enderson Moreira

0 Comentários
Como David Luiz se encaixa no Flamengo de Renato: análise tática do novo zagueiro rubro-negro

Como David Luiz se encaixa no Flamengo de Renato: análise tática do novo zagueiro rubro-negro

0 Comentários
Como Fernando Diniz pode escalar o Vasco? Entenda os conceitos táticos do treinador

Como Fernando Diniz pode escalar o Vasco? Entenda os conceitos táticos do treinador

0 Comentários
As mudanças táticas de Marcão no Fluminense: diferenças para equipe de Roger

As mudanças táticas de Marcão no Fluminense: diferenças para equipe de Roger

0 Comentários
Conheça o estilo de Fábio Carille: a tática do novo técnico do Santos

Conheça o estilo de Fábio Carille: a tática do novo técnico do Santos

0 Comentários
O Brasil de Tite joga mal?  Entenda as mudanças táticas da Seleção desde sua chegada

O Brasil de Tite joga mal? Entenda as mudanças táticas da Seleção desde sua chegada

0 Comentários
Conheça o estilo de Tiago Nunes: a tática do novo técnico do Ceará

Conheça o estilo de Tiago Nunes: a tática do novo técnico do Ceará

0 Comentários
Como Sylvinho irá escalar o Corinthians:  a tática para Willian, Roger Guedes, Renato Augusto e cia

Como Sylvinho irá escalar o Corinthians: a tática para Willian, Roger Guedes, Renato Augusto e cia

0 Comentários
Como joga Gabriel Neves: conheça o novo reforço do São Paulo

Como joga Gabriel Neves: conheça o novo reforço do São Paulo

0 Comentários
Como joga Gabriel Neves: conheça o novo reforço do São Paulo e onde Crespo pode escalá-lo

Como joga Gabriel Neves: conheça o novo reforço do São Paulo e onde Crespo pode escalá-lo

0 Comentários