Igor Coronado: o novo maestro do Corinthians

Após fazer carreira no futebol internacional, o meia Igor Coronado retorna ao Brasil para ser a principal peça do Corinthians no ano.

Após um começo de ano caótico, dentro e fora do campo, o Corinthians começa a se ajustar para esta temporada. Antônio Oliveira assumiu a equipe no lugar de Mano Menezes, somando-se às 10 contratações que estão buscando seu espaço na equipe alvinegra. Porém, o último anunciado desses reforços acaba por ser não apenas o mais badalado, como também a principal esperança técnica dos paulistas para 2024. 

O meia brasileiro Igor Coronado retorna ao Brasil após fazer carreira no exterior. O novo camisa 77 corinthiano chega para substituir o ídolo Renato Augusto como protagonista da equipe, porém, com características diferentes ao camisa 8. 

O meio-campista de 1,70m roda bastante dentro do campo. Seja atuando como meia por dentro, ou como um criador mais aberto pela esquerda, Igor não guarda posição e busca rodar pelo setor ofensivo, aparecendo em diversas zonas diferentes do campo, não limitando suas ações em uma única área. Pode participar em zonas entrelinhas, nos dois lados do campo, mas principalmente na base da jogada. 

Ao descer para zonas próximas aos volantes e zagueiros, Igor retém a bola com mais espaço e consegue ser bastante influente na primeira fase de construção. Destacando-se pela qualidade no passe, Coronado consegue fazer sua equipe progredir rapidamente no ataque. Usando bolas longas para o lado contrário, achando os laterais ou extremas em boas condições. Também consegue encontrar companheiros em zonas entrelinhas. O meia tem um bom giro de pescoço, conseguindo antever as jogadas previamente, tornando suas decisões mais rápidas e ajudando principalmente nessa troca rápida de corredor. 

Coronado não tem muita capacidade física para reter a bola ao ser pressionado por jogadores mais fortes (uma das suas diferenças para Renato Augusto, como mencionado anteriormente), perdendo alguns duelos nessas ocasiões. Contudo, o meia utiliza seu bom controle orientado para tentar se livrar dessa marcação já no primeiro momento em que toca na bola. 

Tem uma velocidade razoável, não é um jogador que vai percorrer grandes distâncias, mas tem capacidade de entrar bem na área infiltrando se necessário. Porém, sem a bola, Igor é um jogador com muitas dificuldades. O meia não consegue ocupar bem espaços, permitindo muitas ultrapassagens nas suas costas, pressionando defensivamente seu lateral. Outro ponto é que costuma demorar a reagir em situações de pressão, deixando algum tempo e espaço para o adversário pensar. Com isso em mente, o ideal é que o jogador seja mais protegido nos momentos defensivos. 

Pensando no encaixe de Coronado no Corinthians, é importante olhar os primeiros movimentos da equipe sob o comando de Antônio Oliveira. Defende em 4-1-4-1, com Garro e Maycon como meias por dentro e Caetano na lateral esquerda. Porém, quando a equipe tem a bola, o camisa 4 forma uma linha de três defensores com os zagueiros, enquanto Wesley dá amplitude pela esquerda. 

Essa ideia exige algumas compensações para que os principais reforços da equipe – Garro e Coronado- possam atuar em conjunto. Já que sem a bola, seria difícil para o time ter a dupla defendendo por dentro, que traria maior fragilidade a defesa. Porém, com a bola, Coronado e Garro podem oferecer o que a equipe precisa em termos de construção. No caso de Igor, principalmente sua capacidade de passar em profundidade, podendo encontrar Wesley aberto em boa condições de 1×1, ou Yuri Alberto realizando movimentos de ruptura no terço final. 

Igor Coronado é inegavelmente um jogador de bastante talento com a bola. Seu retorno ao Brasil chama bastante atenção, principalmente pela responsabilidade que assumirá imediatamente no Corinthians, podendo fazer história na sua terra natal.

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Últimas Postagens

Guia do Brasileirão: Vitória

Guia do Brasileirão: Vitória

Douglas Batista
Guia do Brasileirão: Vasco

Guia do Brasileirão: Vasco

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: São Paulo

Guia do Brasileirão: São Paulo

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Red Bull Bragantino

Guia do Brasileirão: Red Bull Bragantino

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Palmeiras

Guia do Brasileirão: Palmeiras

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Juventude

Guia do Brasileirão: Juventude

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Internacional

Guia do Brasileirão: Internacional

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Grêmio

Guia do Brasileirão: Grêmio

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Fortaleza

Guia do Brasileirão: Fortaleza

Douglas Batista
Guia do Brasileirão: Fluminense

Guia do Brasileirão: Fluminense

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: Flamengo

Guia do Brasileirão: Flamengo

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: Cuiabá

Guia do Brasileirão: Cuiabá

André Andrade
Guia do Brasileirão: Cruzeiro

Guia do Brasileirão: Cruzeiro

André Andrade
Guia do Brasileirão: Criciúma

Guia do Brasileirão: Criciúma

André Andrade
Guia do Brasileirão: Corinthians

Guia do Brasileirão: Corinthians

Douglas Batista