Karim Benzema: o silencioso líder do Real Madrid

Após a saída de Cristiano Ronaldo, francês recebeu críticas por marcar "poucos gols", mas silenciosamente mostrou que sempre foi um dos pilares do Real Madrid

A presença de Cristiano Ronaldo no Real Madrid sempre ofuscou, para muitos, algumas das principais qualidades de Karim Benzema no clube merengue. Os pedidos incansáveis por mais gols do francês fizeram com que sua inteligência para criar espaços e gerar superioridade fossem ignoradas rodada após rodada.

É bem verdade que as críticas surgiram a partir da memória de seu surgimento no Lyon e na Liga 15/16 quando marcou 24 gols em 27 jogos. O que acabou se ignorando é que, no período do trio BBC, o camisa 9 sempre recuava para gerar jogo e abria espaços para Cristiano e Bale fazerem investidas dentro da área. Não é por acaso que muito se fala em Karim como melhor parceiro do português em sua carreira.

No momento em que Cristiano Ronaldo deixou o Real Madrid, muitas dúvidas surgiram sobre quem seria o “novo artilheiro”, “substituto do camisa 7”, “novo líder técnico” da equipe. Em 2018/19, a contratação de Mariano Díaz não tinha este intuito pelo fato de que Florentino Perez acreditava no desabrochar de Gareth Bale sem a sombra de Cristiano.

Já naquele momento, Benzema foi o artilheiro do clube na Liga com 21 gols e 6 assistências nas 36 partidas disputadas. A questão é que a eliminação na Liga dos Campeões apagou qualquer gratidão, apesar dos 4 gols e 2 assistências nos 8 jogos. É preciso lembrar que o contexto coletivo do Real Madrid era péssimo e diversos jogadores não rendiam seu máximo, mas a necessidade de um “bode expiatório” recaiu sobre Karim.

Dito isso e apresentado o contexto onde está inserido Benzema, vamos falar sobre seu jogo. É verdade que Benzema sempre foi considerado um goleador, mas com o passar dos anos a camisa 10 que levava às suas costas na França sempre fez muito sentido. Assim como Roberto Firmino, para citar alguém contemporâneo, é um jogador que gosta de sair da área.

Qual o efeito disto? Espaços gerados com a saída dos zagueiros. O problema é que o Real Madrid não tinha – e talvez ainda não tenha – companheiros que gostem de atacar este espaço. Não foi por acaso que Rodrygo e Vinícius Jr se adaptaram nesta parceria e Hazard ainda busca o melhor entendimento. Os brasileiros, apesar de gostarem do drible, sabem aproveitar com a velocidade estes espaços, enquanto o belga gosta de partir com a bola dominada e tabelar, em que pese também não ser um grande goleador.

O mapa de calor de Benzema em 2019/20

Entretanto, também é preciso ressaltar que Benzema também é um jogador com capacidade de fazer gols. Nesta temporada, somados Liga e Champions, o jogador conta com 14 gols e 6 assistências em 17 partidas. Ou seja, em média, gera mais de um gol por jogo. Se adicionarmos a Copa do Rey, são mais 4 gols em 5 partidas na conta.

“É um excelente jogador e nos transmite muita confiança e tranquilidade. Jogando ao seu lado é mais fácil” – Rodrygo

“Com Karim (Benzema), sinto que tenho uma conexão especial e aprendo com ele. Ele fala comigo antes das partidas e me diz o que tenho que fazer para a equipe” – Vinicius Jr

Entrevistas dos jovens brasileiros do Real Madrid

De qualquer forma, não quero me ater aos gols, algo que acaba se tornando mais em evidência num jogo de futebol. A questão é que Benzema também é o sistema do Real Madrid. Por sair bastante da área, é normal tocar mais vezes na bola e, em comparação a diversos centroavantes pelo mundo, conta com uma das médias mais altas: 45 toques por partida. Sem contar que, na média, cria duas chances claras por jogo e tem uma média muito interessante para quem joga na zona mais intensa do jogo. Acerta 86,2% dos passes por partida.

A média de toques de alguns dos principais 9’s do mundo (Imagem: Infogram)

Ou seja, é possível perceber que o Real Madrid tem no seu camisa 9 um jogador fundamental e as críticas acabam se tornando injustas. Depois de perder uma cota importante de gols sem Cristiano, o clube merengue não buscou jogadores suprissem esta necessidade. Se pegarmos a Liga 18/19 como exemplo, enquanto Karim marcou 21 vezes e foi o artilheiro, Bale (8) e Sérgio Ramos (6) foram os outros dois mais goleadores. Será que a culpa era do francês nesta má fase?

Aos 31 anos, Benzema vive o melhor momento da carreira e se tornou o sexto maior artilheiro da história do Real Madrid. E apesar de não precisar provar mais nada, silenciosamente Karim segue calando os críticos mostrando suas qualidades com artilheiro, gerador de jogo e líder do clube merengue.

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Últimas Postagens

EURO 2024 | COMO CHEGA A FRANÇA

EURO 2024 | COMO CHEGA A FRANÇA

Gabriel Mota
EURO 2024 | COMO CHEGA A HOLANDA

EURO 2024 | COMO CHEGA A HOLANDA

Lucas Goulart
EURO 2024 | COMO CHEGA A INGLATERRA

EURO 2024 | COMO CHEGA A INGLATERRA

Vinícius Dutra
EURO 2024 | COMO CHEGA A ITÁLIA

EURO 2024 | COMO CHEGA A ITÁLIA

Lucas Goulart
EURO 2024 | COMO CHEGA A ESPANHA

EURO 2024 | COMO CHEGA A ESPANHA

Vinícius Dutra
EURO 2024 | COMO CHEGA A ALEMANHA

EURO 2024 | COMO CHEGA A ALEMANHA

Lucas Goulart
O crescimento de Andrey Santos no Strasbourg

O crescimento de Andrey Santos no Strasbourg

Douglas Batista
Os treinadores de bolas paradas no futebol e a importância de Nicolas Jover no Arsenal

Os treinadores de bolas paradas no futebol e a importância de Nicolas Jover no Arsenal

André Andrade
O trabalho de André Jardine no América-MEX

O trabalho de André Jardine no América-MEX

Douglas Batista
Fique de olho: Jogadores que podem se destacar no Brasileiro Sub-20 – Parte 2

Fique de olho: Jogadores que podem se destacar no Brasileiro Sub-20 - Parte 2

André Andrade
As causas da dificuldade ofensiva do Corinthians

As causas da dificuldade ofensiva do Corinthians

Douglas Batista
Fique de olho: Jogadores que podem se destacar no Brasileiro Sub-20 – Parte 1

Fique de olho: Jogadores que podem se destacar no Brasileiro Sub-20 - Parte 1

André Andrade
Guia do Brasileirão: Vitória

Guia do Brasileirão: Vitória

Douglas Batista
Guia do Brasileirão: Vasco

Guia do Brasileirão: Vasco

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: São Paulo

Guia do Brasileirão: São Paulo

Vinícius Dutra