O Bayer Leverkusen de Xabi Alonso

Líder da Bundesliga, o Leverkusen dirigido por Xabi Alonso é uma das sensações da temporada no futebol europeu.

O Bayer Leverkusen de Xabi Alonso é uma das sensações desta primeira parte de temporada europeia. Líderes da Bundesliga com 39 pontos, os Aspirinas ainda estão invictos em 2023/24, somando 12 vitórias em 15 jogos no Campeonato Alemão, competição que na qual já marcaram 42 vezes (segundo melhor ataque) e sofreram 12 gols (segunda melhor defesa). Na Europa League, o time fechou a fase de grupos com 100% de aproveitamento, vencendo o Grupo H com 18 pontos conquistados. No torneio continental, os Leões anotaram 19 gols (melhor ataque da UEL) e foram vazados apenas em três oportunidades (a melhor defesa da fase de grupos).

Em 2023, o Leverkusen segue com o bom momento iniciado em outubro de 2022, quando Xabi Alonso assumiu a equipe ainda na zona de rebaixamento e comandou uma reação que resultou na classificação do time para a Liga Europa.

Desde a chegada do treinador espanhol, o estilo da equipe já ficou definido: associativo, com muita posse de bola, saída de bola com passes curtos, presença de jogadores inteligentes entre linhas e forte utilização dos três corredores do campo. Depois de trazer alguns reforços para o time titular e com a realização de pré-temporada completa, o Leverkusen de Xabi Alonso deu o salto em 23/24.

Como joga o Bayer Leverkusen?

O time de Xabi Alonso parte de um 5-2-3 sem a bola que vira um 3-4-2-1 em fase ofensiva. A saída de bola é um ponto importante na equipe do treinador basco. É a partir de uma troca de passes em ritmo baixo e com muita aproximação entre jogadores que o Leverkusen começa construindo seus ataques. A iniciação de jogo varia entre um 3+1 (zagueiros mais um dos meio-campistas) ou 4+1, já que Odilon Kossounou, o zagueiro pela direita, regularmente avança e ocupa o espaço inicial do lateral do setor.

Com muita paciência e aproximação nos primeiros passes, o Bayer é um time muito inteligente identificando o homem livre desde os passes dos centrais e médios que quebram linhas e encontram Florian Wirtz e Jonas Hofmann na entrelinha. A partir disso, e sempre utilizando os três corredores do campo, o Leverkusen é uma equipe que sabe mover a bola e frequentemente inicia seus ataques em um dos flancos e finaliza no oposto.

Gráfico que mostra como o Leverkusen ataca de forma equilibrada em todos os corredores do campo. (Imagem: WhoScored)

Exequiel Palacios e Granit Xhaka, a dupla titular no meio, revezam entre quem fica mais próximo dos centrais e quem dinamiza no centro do campo para filtrar passes que encontrem algum jogador do trio de ataque entre linhas. A dupla é bastante complementar por juntar um grande organizador e distribuidor (Palacios) com um bom defensor que também vai bem na bola longa (Xhaka). Ambos são importantes dentro de um time que registra posses de bola longas durantes as partidas, juntando passes e conectando companheiros por dentro em espaços reduzidos.

Na frente, Florian Wirtz e Jonas Hofmann acompanham o centroavante nigeriano Victor Boniface. Os dois meias-atacantes possuem funções distintas no ataque do 3-4-2-1 do Leverkusen. Wirtz, realizando movimentos de dentro-fora para oferecer linhas de passe e também alargar o campo para as aparições por zonas interiores do ala-esquerdo Alejandro Grimaldo, é uma figura mais criativa, que tem uma boa relação com a bola a partir de recepções entre linhas para gerar jogo e chegar em zonas de remate. Com oito gols e 11 assistências na temporada, o camisa 10 vai completando mais uma grande temporada com a camisa do Bayer, algo importante considerando que sofreu uma lesão de ligamento no joelho há mais de um ano.

Já o veterano Hofmann, de boas temporadas em Dortmund e Gladbach, é mais uma ameaça em profundidade ao lado do ala-destro Jeremie Frimpong. O camisa 7 é importante em transições conduzindo a bola, atacando os espaços intermédios adversários entre zagueiros e laterais com desmarques de rupturas ou chegando na linha de fundo para cruzar. Por mais que não seja uma estrela, é um jogador que complementa muito bem um ataque que conta com uma máquina como Boniface.

O centroavante nigeriano, vindo do Union Saint-Gilloise, tem se destacando pela versatilidade de movimentos sem a bola ao oferecer bons apoios e perigosas rupturas. Muito forte fisicamente, possui boa habilidade para jogadas de efeito e recursos em situações complexas fora da área. O bom desempenho na temporada pode ser visto através dos números: já são 15 gols e oito assistências por todas as competições.

A precisão no mercado de transferências

Os reforços buscados pelo Bayer Leverkusen estão sendo essenciais pela boa fase da equipe em 23/24. Como o B04 possui um time titular bem definido, é mais fácil perceber como as quatro principais contratações elevaram muito o nível coletivo do time em cada um dos setores. Alejandro Grimaldo, Granit Xhaka, Jonas Hofmann e Victor Boniface chegaram na mesma janela e rapidamente se tornaram importante dentro do funcionamento coletivo do Leverkusen, que gastou apenas 70 milhões entre eles somados – um valor considerado baixo se consideramos o cenário de transferências europeu como um todo.

Com bons reforços realizados e o bom trabalho que Xabi Alonso vai fazendo como treinador, o Leverkusen é o time do momento no futebol europeu e busca coroar a temporada com um inédito título da Bundesliga ou quem sabe conquistar sua primeira Copa da Alemanha desde 1993.

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Últimas Postagens

Fique de olho: Jovens que podem se destacar no futebol brasileiro em 2024 – Parte 1
André Andrade

Fique de olho: Jovens que podem se destacar no futebol brasileiro em 2024 - Parte 1

Igor Coronado: o novo maestro do Corinthians
Douglas Batista

Igor Coronado: o novo maestro do Corinthians

O BRIGHTON DE ROBERTO DE ZERBI
André Andrade

O BRIGHTON DE ROBERTO DE ZERBI

O início de ano do Inter e os reforços para 2024
Vinícius Dutra

O início de ano do Inter e os reforços para 2024

Análise: Arsenal x Liverpool e a batalha tática entre dois dos melhores treinadores do mundo
André Andrade

Análise: Arsenal x Liverpool e a batalha tática entre dois dos melhores treinadores do mundo

O início de Nicolas Larcamón no Cruzeiro
Douglas Batista

O início de Nicolas Larcamón no Cruzeiro

Footure PRO: Um substituto para Luís Suárez no Grêmio

Footure PRO: Um substituto para Luís Suárez no Grêmio

Footure Pro
Política de Descontos Footure Academy

Política de Descontos Footure Academy

Footure Academy
A campanha do Red Bull Bragantino de Pedro Caixinha no Brasileirão

A campanha do Red Bull Bragantino de Pedro Caixinha no Brasileirão

Douglas Batista
Código Euro #42 | Newcastle atropela, Bellingham, Álvarez e a 2ª rodada da Champions
Footure

Código Euro #42 | Newcastle atropela, Bellingham, Álvarez e a 2ª rodada da Champions

O impacto de Jude Bellingham no novo sistema do Real Madrid

O impacto de Jude Bellingham no novo sistema do Real Madrid

Vinícius Dutra
A retomada do Juventude sob o comando de Thiago Carpini
Douglas Batista

A retomada do Juventude sob o comando de Thiago Carpini

Footure PRO: À procura de um substituto para Moisés Caicedo

Footure PRO: À procura de um substituto para Moisés Caicedo

Footure Pro
Guia da Libertadores 2023: Fluminense x Olímpia

Guia da Libertadores 2023: Fluminense x Olímpia

Gabriel Corrêa
Guia da Libertadores 2023: Palmeiras x Deportivo Pereira

Guia da Libertadores 2023: Palmeiras x Deportivo Pereira

Douglas Batista