O padrão ofensivo das transições do Bahia

Como funciona os movimentos do Bahia de Guto Ferreira no momento em que recuperam a bola do adversário

O estiramento na coxa sofrido por Rodallega, na primeira quinzena de abril, forçou Guto Ferreira a buscar alternativas no elenco para suprir a ausência do artilheiro do Bahia na temporada. A escolha por Davó trouxe uma faceta que ainda não se tinha visto com tamanha robustez no Tricolor de Aço: as transições mortais.

Com uma equipe mais leve do meio para frente, a utilização das transições ofensivas passou a ser mais frequente e um artifício importante para aproveitar os espaços cedidos pelos adversários na perda da posse de bola. E dentro dessa fase do jogo, é possível identificar alguns padrões de comportamento estabelecidos por Guto Ferreira e que são interpretados pelos jogadores em campo.

Mas antes de elucidar os movimentos realizados pelos jogadores ao recuperar a bola, é preciso frisar que a organização defensiva do Bahia tem papel fundamental para que as transições ofensivas ocorra. Uma vez que, a equipe demonstra boa distribuição dos jogadores no 4-2-3-1 (bloco médio) ou 4-4-1-1 em (bloco baixo), compactação entre as linhas e comportamento agressivo para pressionar o portador da bola e fechar a linha de passe no eventual receptor. O que facilita as ações ao retomar a bola.

Software de Edição: Klipdraw Motion

Um dos “segredos” para iniciar bem uma transição ofensiva é a mudança de comportamento – defender para atacar. Esse movimento é crucial para aproveitar os espaços vulneráveis do adversário e oferecer linha de passe para quem está com a bola e dar sequência a jogada.

Em posse da bola, o Bahia pode atacar o oponente a partir da utilização do jogo apoiado com o auxílio dos triângulos ofensivos para criar superioridade numérica e variadas opções de passe. Nesse tipo de jogada, Daniel é fundamental para prender a bola por segundos e passar no instante que o extremo está fazendo a ultrapassagem.

O uso de tabelas e ultrapassagem é outra dinâmica realizada pelo Bahia para progredir no campo ofensivo e entrar no último terço. Mas a equipe pode adotar uma postura ainda mais vertical se o cenário for o ideal. Isto é, ao retomar a posse já buscar o lançamento nas costas da defesa adversária ou até mesmo a conclusão.

Software de Edição: Klipdraw Motion

A conclusão quase que “instantânea” geralmente ocorre quando o Bahia consegue recuperar a posse de bola próximo a baliza adversária através da pressão em bloco alto. Dessa forma, busca trocar poucos passes para finalizar o mais rápido possível e aproveitar a desestruturação defensiva do oponente.

Análise tática completa dos padrões ofensivos das transições do Bahia no canal do Jogo Direto
Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Últimas Postagens

Cinco jogadores que se destacaram na Copa América

Cinco jogadores que se destacaram na Copa América

André Andrade
As influências dos campos reduzidos na Copa América

As influências dos campos reduzidos na Copa América

Douglas Batista
FIQUE DE OLHO: Jogadores Sub-23 que podem se destacar na Copa América 2024
André Andrade

FIQUE DE OLHO: Jogadores Sub-23 que podem se destacar na Copa América 2024

A EVOLUÇÃO DE GABRIEL SARA NA INGLATERRA

A EVOLUÇÃO DE GABRIEL SARA NA INGLATERRA

Douglas Batista
EURO 2024 | COMO CHEGA PORTUGAL

EURO 2024 | COMO CHEGA PORTUGAL

Gabriel Mota
EURO 2024 | COMO CHEGA A BÉLGICA

EURO 2024 | COMO CHEGA A BÉLGICA

Vinícius Dutra
EURO 2024 | COMO CHEGA A FRANÇA

EURO 2024 | COMO CHEGA A FRANÇA

Gabriel Mota
EURO 2024 | COMO CHEGA A HOLANDA

EURO 2024 | COMO CHEGA A HOLANDA

Lucas Goulart
EURO 2024 | COMO CHEGA A INGLATERRA

EURO 2024 | COMO CHEGA A INGLATERRA

Vinícius Dutra
EURO 2024 | COMO CHEGA A ITÁLIA

EURO 2024 | COMO CHEGA A ITÁLIA

Lucas Goulart
EURO 2024 | COMO CHEGA A ESPANHA

EURO 2024 | COMO CHEGA A ESPANHA

Vinícius Dutra
EURO 2024 | COMO CHEGA A ALEMANHA

EURO 2024 | COMO CHEGA A ALEMANHA

Lucas Goulart
O crescimento de Andrey Santos no Strasbourg

O crescimento de Andrey Santos no Strasbourg

Douglas Batista
Os treinadores de bolas paradas no futebol e a importância de Nicolas Jover no Arsenal

Os treinadores de bolas paradas no futebol e a importância de Nicolas Jover no Arsenal

André Andrade
O trabalho de André Jardine no América-MEX

O trabalho de André Jardine no América-MEX

Douglas Batista