OLHO NELES!

Por @maiiron_ Como fizemos no ano passado, cá estamos com a nossa relação de jovens que apostamos para despontar nesta temporada europeia. Utilizamos dois critérios de escolha: o primeiro, e mais óbvio, jogar muito. O segundo é ter menos de 23 anos. Jogando na Espanha ou na Rússia, Bélgica ou Romênia, aqui ninguém passa batido! MAXI […]

Por @maiiron_

Como fizemos no ano passado, cá estamos com a nossa relação de jovens que apostamos para despontar nesta temporada europeia. Utilizamos dois critérios de escolha: o primeiro, e mais óbvio, jogar muito. O segundo é ter menos de 23 anos. Jogando na Espanha ou na Rússia, Bélgica ou Romênia, aqui ninguém passa batido!


MAXI GOMEZ

Posição: atacante

Clube: Celta de Vigo

Idade: 21 anos

Fazedor de gols. Esse é a pecha de Maxi. São 59 jogos como profissional e 35 gols. Querem mais? São 7 jogos pelo Celta de Vigo, 593 minutos jogados e 6 gols. Forte com o pé direito, o centroavante tem muita presença de área e sabe usar seu 1,86 de altura: gera muitos apoios para quem vem de trás. Olho nesse Celta que começa a se desenrolar com jovens de talento como Emre Mor, Pione Sisto e o bom John Guidetti. Sempre ligado dentro da área, com um bom posicionamento, Gomez lembra bastante Luis Suárez.

Maxi Gómez 60 LFP

 

TRENT ALEXANDER-ARNOLD

Posição: Lateral/meia

Clube: Liverpool FC

Idade: 19

Totalmente diferente dos laterais ingleses, Arnold é um bom prospecto para daqui uns anos. Compensa sua ainda frágil estrutura física com qualidade técnica. Inteligente para ler os espaços e infiltrar por dentro, é aquele lateral “atacador de espaços”. Bem diferente daqueles tipos protocolares que o kick and rush inglês forjou por muito tempo. Já tem uma credencial: golaço de falta em sua estreia na Champions League contra o Hoffenheim. Batalha por uma vaga em um setor que tem Nathaniel Clyne. No futuro, vai brigar por seleção inglesa.

2-alexander-arnold

 

MILAN SKRINIAR

Posição: Zagueiro

Clube: Internazionale

Idade: 22

A Inter de Milão fez um bom mercado nessa temporada. Borja Valero, Montoya, Vecino, Dalbert, Bastoni… e Skriniar. De boa temporada na Sampdoria, chegou para ser o companheiro de Miranda no time titular. Nas primeiras amostragens já deu indicativos de que pode ser um dos grandes da próxima década na posição. De ótima saída de bola, bola aérea firme e muito vigor físico, tem tudo pra ser um dos melhores da Itália já nesta temporada.

ICC Singapore - FC Internazionale v Chelsea FC

 

PATRIK SCHICK

Posição: Atacante

Clube: Roma

Idade: 21

Mais um que saiu da grande temporada da Sampdoria. Fez boa dupla com Luis Muriel e parou em um grande italiano; nesse caso, a Roma. Um atacante customizado para Eusébio Di Francesco, treinador dos Gialorossi: móvel, versátil e de ótima visão de jogo. Mesmo alto (1,87), tem velocidade e condução acima da média para a estatura. É um bom nome para reserva imediata de Dzeko e mesmo no banco marcar gols importantes.

IMG_1625

 

LUCAS TORREIRA

Posição: Meio-Campista

Clube: Sampdoria

Idade: 21

Sabe aqueles jogadores que parecem ter clones, pois estão em toda parte do campo? Esse é Torreira. Muito “elétrico”, recupera bola perdida raramente com faltas e vai de área à área como quem atravessa a rua. Tem 1,68 de altura e isso não é um empecilho na hora de desarmar. Começa as jogadas sempre com passe vertical e achando alguém na entrelinha. Em breve deve deixar a Samp. Teve seu nome ventilado em Atlético de Madrid, Everton e Inter de Milão nessa janela.

DLyeeDrVwAAlpWj

 

CARLOS SOLER

Posição: Meio-Campista

Clube: Valência

Idade: 20

Marcelino Garcia Toral dá espaço aos jovens no Valência. Toni Lato, Santi Mina, Gayá e Gonçalo Guedes são exemplos. Mas quem vem barbarizando nesse início de temporada é Carlos Soler. Começando lateralizado, vem jogando muito. Dono de muita técnica, intensidade e visão de jogo, é o meia espanhol na sua essência. É um facilitador de jogo, com muito passe vertical, movimentação e resistência física. Em oito jogos de La Liga são quatro assistências.

Carlos-Soler

 

SERGEJ MILINKOVIC-SAVIC

Posição: Meio-Campista

Clube: Lazio

Idade: 21

O Pogba Branco, como é conhecido, desembarcou na temporada passada em Roma e caiu nas graças dos Laziale com seu bom futebol. Dono de físico privilegiado, tem 1,91m de altura e muita combatividade; virou dono da meiuca de Simone Inzaghi. Lembra muito o seu compatriota e craque Nemanja Matic. Meio-campista de bons índices de desarme (média de 2.7 por jogo), é um dos grandes nomes da geração Sérvia, que conta com Zivkovic e Kostic.

831102790.0

 

DAYOT UPAMECANO

Posição: Zagueiro

Clube: RB Leipzig

Idade: 18

Acharam que não citaríamos nenhum francês hoje? Dayot Upmecano é um zagueiraço e merece a referência. Rápido, forte, de bom passe e jogo aéreo firme, tem tudo pra ser um dos próximos a figurar o elenco dos Les Bleus. De bom pé direito, ainda se arrisca de volante. Peca na concentração e tomada de decisões, típicos problemas que acompanham jovens em início de carreira. Quando normalizar esses dois tópicos, estará pronto para alçar voos maiores.

dayot-upamecano-20-20

 

ALVARO ODRIOZOLA

Posição: Lateral-Direito

Clube: Real Sociedad

Idade: 20

Griezmann, Xabi Alonso, Illarramendi, Iñigo Martínez… a base da Real Sociedad é fortíssima e sempre revela um bom valor. A bola da vez é Álvaro Odriozola. Um ano atrás ele jogava no time B da Sociedad e atualmente é inclusive convocado pela Seleção Espanhola. De muito apoio, velocidade e cruzamento preciso, somou três assistências em sete jogos nesta temporada. Precisa melhorar fisicamente, isso o atrapalha defensivamente nesse início de carreira. O futuro desse menino é promissor.

DDlSgFRW0AEToFn

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Mairon Rodrigues

Últimas Postagens

Atlético-MG vive seu melhor momento na temporada
Gabriel de Assis

Atlético-MG vive seu melhor momento na temporada

0 Comentários
A onda tecnicista na função do auxiliar técnico de futebol
Jonatan Cavalcante

A onda tecnicista na função do auxiliar técnico de futebol

0 Comentários
Friendly #1 | Imaginar e construir o futuro, a habilidade fundamental do século XXI
Footure

Friendly #1 | Imaginar e construir o futuro, a habilidade fundamental do século XXI

0 Comentários
Surpresa e tradição: os classificados para as quartas do futebol masculino na Olimpíada
Caio Nascimento

Surpresa e tradição: os classificados para as quartas do futebol masculino na Olimpíada

0 Comentários
Osimhen, Simy, e a problemática das narrativas sobre jogadores africanos
Caio Bitencourt

Osimhen, Simy, e a problemática das narrativas sobre jogadores africanos

0 Comentários
O que esperar do Real Madrid para os próximos anos com Carlo Ancelotti?
Bruna Mendes

O que esperar do Real Madrid para os próximos anos com Carlo Ancelotti?

0 Comentários
O que explica as goleadas do Flamengo com Renato Gaúcho?
Gabriel de Assis

O que explica as goleadas do Flamengo com Renato Gaúcho?

0 Comentários
Como o Vojvodismo transformou o Fortaleza em protagonista no futebol brasileiro?
Jonatan Cavalcante

Como o Vojvodismo transformou o Fortaleza em protagonista no futebol brasileiro?

0 Comentários
God Save the Game #34 | A janela de transferências da Premier League 21/22
Gabriel Corrêa

God Save the Game #34 | A janela de transferências da Premier League 21/22

0 Comentários
Felipão chega entregando o de sempre: segurança e resultado
Gabriel de Assis

Felipão chega entregando o de sempre: segurança e resultado

0 Comentários
Guia do futebol masculino na Olimpíada de Tokyo 2020: parte 2
Caio Nascimento

Guia do futebol masculino na Olimpíada de Tokyo 2020: parte 2

0 Comentários
A Itália ainda pode crescer após o título da Euro?
Caio Bitencourt

A Itália ainda pode crescer após o título da Euro?

0 Comentários
Guia do futebol masculino na Olimpíada de Tokyo 2020: parte 1
Caio Nascimento

Guia do futebol masculino na Olimpíada de Tokyo 2020: parte 1

0 Comentários
O complicado início de Diego Aguirre no Internacional
Gabriel de Assis

O complicado início de Diego Aguirre no Internacional

0 Comentários
Rodrigo De Paul: o meia com DNA de Simeone e Atlético de Madrid
Bruna Mendes

Rodrigo De Paul: o meia com DNA de Simeone e Atlético de Madrid

0 Comentários