Premiações individuais da Copa do Nordeste 2022

Com o término da competição, é chegado o momento de apontar os principais destaques da Lampions.

Após mais uma temporada em que foi sucesso esportivo e de audiência, a Copa do Nordeste de 2022 chegou ao final. Coroando o Fortaleza como campeão invicto. A competição teve grandes destaques coletivos e individuais. Alguns deles vocês já leram aqui no Footure. Agora, com o fim da competição, chegou a hora de coroar o craque do campeonato e montar a seleção dos melhores jogadores. Abaixo os escolhidos por posição. 

GOLEIRO – MAILSON 

Vivendo grande fase desde a última Série A, Mailson se manteve em alto nível durante a Copa do Nordeste. O arqueiro do Sport teve algumas atuações memoráveis, principalmente contra o Ceará na primeira fase e nas quartas de final contra o CSA, quando pegou três penalidades. Além de Mailson, outros goleiros merecem destaque. João Ricardo (Ceará) e Lucas Perri (Náutico) trabalharam bem durante o torneio e ajudaram nas campanhas de seus respectivos times. 

Foto: Kely Pereira/Sport

ZAGUEIROS – RAFAEL THYERE, LUIZ OTÁVIO E GUM 

Para o trio de zaga, curiosamente, três capitães. Thyere fez uma enorme competição e duas grandes finais, sendo o defensor mais consistente da Lampions. Luiz Otávio foi o maior destaque da melhor defesa da competição. O zagueiro ajudou o Ceará a sair do torneio com apenas dois gols sofridos em nove partidas, tendo sete Clean Sheets. Enquanto Gum merece destaque por ser o único pilar confiável na defesa do semifinalista CRB. Mostrando um bom jogo aéreo e segurança pelo chão, merece o destaque aqui. Outro grande nome que poderia entrar na seleção é Paulo Vitor, do Botafogo. 

Foto: Francisco Cedrim/CRB

ALAS – YAGO PIKACHU E VICTOR LUIS 

Talvez a posição mais tranquila para se escolher. Poucos laterais/alas se destacaram nesta Copa do Nordeste. Pikachu manteve o nível da última temporada e sobrou pelo lado direito. Com direito a ter marcado gol no jogo decisivo.

Enquanto Victor Luís chegou no Vozão em janeiro e teve um bom destaque, principalmente no ataque. Lucas Crispim, do Fortaleza, também fez uma ótima competição, porém, por lesão acabou ficando fora do mata-mata e consequentemente da seleção. 

MEIAS – GABRIEL E ANDERSON PARAÍBA 

Contrariando o argumento que tirou Crispim da seleção, Anderson Paraíba também perdeu o mata-mata por lesão. Contudo, o meia do Belo foi o melhor homem de criação do Nordestão. Com grandes atuações, o atleta recebeu o prêmio de “melhor da partida” em quatro oportunidades. Enquanto Gabriel foi o pilar ofensivo do CSA. Atuando numa função mais de distribuição. Com boas atuações constantes, merece a vaga. Lucas Lima (Fortaleza) e Miller (Atlético de Alagoinhas) foram outros médios que obtiveram boas atuações.

Foto: Morgana Oliveira/CSA

ATACANTES – LUCIANO JUBA, MOISÉS E RODALLEGA 

Começando pelo artilheiro, Rodallega conseguiu a assustadora marca de oito tentos anotados em oito partidas. Apesar da péssima campanha do Bahia, o colombiano esteve em altíssimo nível. E se não fosse a eliminação precoce, provavelmente concorreria a craque do torneio.

Principal contratação do Fortaleza na temporada, Moisés colecionou grandes atuações na primeira fase. Mesmo fora das semis e reserva no primeiro jogo da final, o atleta teve uma bela atuação no jogo decisivo, cravando sua vaga na seleção.

Já Luciano Juba conta com uma boa história, lateral de origem, passou para a ponta por necessidade do elenco leonino. E desde então tem dominado na posição. Marcou três gols e deu quatro assistências na Lampions. Tendo grande impacto ofensivo no jogo do Sport. Anselmo Ramon (CRB) e Gustavo Coutinho (Botafogo-PB) também se destacaram. 

Foto: Aurélio Alves/O Povo

TREINADOR – VOJVODA 

Gerson Gusmão (Botafogo-PB) e Mozart merecem destaque de início. Levaram suas equipes a fazer grandes campanhas. Porém, o treinador não poderia ser outro. Comandante do campeão invicto e dono do melhor ataque da competição, Juan Pablo Vojvoda segue fazendo história com o Fortaleza. 

Foto: Aurélio Alves

CRAQUE DA COMPETIÇÃO – LUCIANO JUBA 

Prêmio talvez controverso. Já que Yago Pikachu e Moisés fizeram uma bela competição no campeão Fortaleza. Porém, Juba foi o jogador mais determinante para uma equipe nesta Copa do Nordeste. Como já citado, o leonino distribuiu quatro passes para gol e balançou as redes três vezes. Somando para sete participações diretas em gols. Segundo maior número dentre todos os jogadores, ficando atrás apenas de Rodallega. E Juba trás consigo um dado forte: com exceção do duelo contra o Náutico, todas as vitórias do Sport no tempo regulamentar, contaram com uma participação para gol do meia. Por conta disso, Luciano Juba foi o nosso craque da Copa do Nordeste 2022.

Foto: Anderson Stevens/Sport

MELHOR JOVEM – PAULO VITOR 

Paulo Vitor quase entrou na seleção principal. O zagueiro de 20 anos apareceu muito bem no Botafogo. Atuando ao lado de Gabriel Yanno (de 22 anos, apenas), Paulo ajudou a sua equipe a não sofrer gol em quatro partidas. O jovem mostra boa capacidade rebatendo e tem uma postura séria na defesa. Mostra boa colocação e boa qualidade no passe. Bom trabalho tirando o espaço dos centroavantes. Precisa ser mais dominante fisicamente. E também não consegue percorrer grandes distâncias, mas mostrou grande potencial.

Foto: Anderson Stevens/Sport
Compartilhe
1XBet - Receber Bônus

Comente!

Tem algo a dizer?

Últimas Postagens

O padrão ofensivo das transições do Bahia
Jonatan Cavalcante

O padrão ofensivo das transições do Bahia

0 Comentários
Por que a Juventus de Allegri falhou no caminho das conquistas?
Caio Bitencourt

Por que a Juventus de Allegri falhou no caminho das conquistas?

0 Comentários
Início de Luís Castro no Botafogo merece a euforia da torcida
Gabriel de Assis

Início de Luís Castro no Botafogo merece a euforia da torcida

0 Comentários
Conheça Allan Aal, técnico do Grêmio Novorizontino, surpresa da Série B 2022

Conheça Allan Aal, técnico do Grêmio Novorizontino, surpresa da Série B 2022

Douglas Batista
Uma nova, mas já conhecida, função: o renascer de Léo Baptistão no Santos
Aurelio Solano

Uma nova, mas já conhecida, função: o renascer de Léo Baptistão no Santos

0 Comentários
1XBet - Receber Bônus
Zalewski: a descoberta de Mourinho que mudou a Roma
Caio Bitencourt

Zalewski: a descoberta de Mourinho que mudou a Roma

0 Comentários
Líder, Vítor Pereira vai ganhando tempo no Corinthians
Gabriel de Assis

Líder, Vítor Pereira vai ganhando tempo no Corinthians

0 Comentários
Qual o impacto de Maignan no gol do Milan?
Caio Bitencourt

Qual o impacto de Maignan no gol do Milan?

0 Comentários
Retratos de um Real Madrid campeão espanhol e finalista europeu
Bruna Mendes

Retratos de um Real Madrid campeão espanhol e finalista europeu

0 Comentários
Planejado, Coritiba tem seu melhor time dos últimos anos
Gabriel de Assis

Planejado, Coritiba tem seu melhor time dos últimos anos

0 Comentários
O que falta ao Napoli para levantar o Scudetto?
Caio Bitencourt

O que falta ao Napoli para levantar o Scudetto?

0 Comentários
1XBet - Receber Bônus
Liderança do Santos chega a partir de melhora defensiva
Gabriel de Assis

Liderança do Santos chega a partir de melhora defensiva

0 Comentários
Real Betis x Valencia: a final entre Manuel Pellegrini e Pepe Bordalás
Bruna Mendes

Real Betis x Valencia: a final entre Manuel Pellegrini e Pepe Bordalás

0 Comentários
Ten Hag e a missão de reconstruir o Manchester United
Lucas Filus

Ten Hag e a missão de reconstruir o Manchester United

1 Comentários
Coppa Italia: meu bem ou meu mal?
Caio Bitencourt

Coppa Italia: meu bem ou meu mal?

0 Comentários