A prévia tática dos clássicos das oitavas de final da Copa do Brasil

Com muitos clássicos e confrontos de peso, as oitavas de final da Copa do Brasil prometem ser inesquecíveis. Veja o que esperar dos jogo de maior rivalidade!

A CBF conseguiu o que queria. A novidade do sorteio em pote único, no qual todos os confrontos são possíveis, culminou em uma fase de oitavas de final da Copa do Brasil fantástica, naquela que talvez seja a maior edição da história da competição. Quatro clássicos regionais serão realizados: Corinthians x Santos, São Paulo x Palmeiras, Fortaleza x Ceará e Atlético-GO x Goiás, além de um Atlético-MG x Flamengo de muita rivalidade pela história e pelo elenco atual dos dois clubes. Fluminense x Cruzeiro, América-MG x Botafogo e Bahia x Athletico completam os confrontos cujas partidas de ida serão disputadas nesta semana, entre 22/06 e 23/06, enquanto os jogos de volta serão entre 12/07 e 14/07.

O que esperar dos clássicos?


Corinthians x Santos

O duelo dos alvinegros pode ser dividido em três questões fundamentais: o jogo interior, as transições e o mando de campo. Com um time habilidoso, mas pouco intenso e combativo, especialmente com a possível escalação de Cantillo no lugar do lesionado Maycon, o Corinthians pode encontrar mais espaço para trabalhar a bola na primeira partida, na Neo Química Arena. Jogando fora de casa, o Santos não deve sufocar tanto e vem tendo algumas desatenções na defesa. É o jogo para os meio-campistas do Timão gerarem volume e colocarem os atacantes em situação de vantagem perto da área.

Entretanto, com uma transição defensiva lenta, o Corinthians pode ser castigado pelo veloz time santista, com Marcos Leonardo, Lucas Pires e Ângelo (especialmente no segundo tempo). Falando em lentidão, quem viu a classificação do Santos contra o Coritiba na terceira fase, sabe que o Alvinero Praiano pode transformar a noite do adversário em um terror na segunda partida, na Vila Belmiro, a partir de encaixes individuais muito agressivos, vários jogadores próximos por dentro e muita verticalidade contra um rival pouco intenso.

Copa do Brasil Corinthians Santos Footure
Possíveis formações de Corinthians x Santos

São Paulo x Palmeiras

Mais um duelo no qual o mando de campo será fundamental (vide a final do Campeonato Paulista) e a postura do São Paulo ditará os rumos do confronto. Jogando em casa e com um estilo de marcação que necessita muita concentração e competitividade, o Tricolor busca subir as linhas com uma defesa individual no setor da bola, para recuperá-la o quanto antes. Na hora de atacar, deve usar a bola longa para Calleri, a disputa pela segundo lance e fazer muitos cruzamentos, tendo até seis jogadores entrando na área. É um modelo de volume, que costuma prevalecer no Morumbi, um ambiente mais propício para a elevação da concentração. Se baixar a guarda, oferecerá muito espaço para o Palmeiras.

Tendo em visto o modelo de jogo do São Paulo e os confrontos recentes entre os times no Morumbi, a expectativa é um jogo de poucas chances. Se o Tricolor abrir o placar, obrigará o rival a se expor e pode deixar a partida mais aberta. Com um empate ou um placar favorável ao Palmeiras, a tendência é de um duelo de ida amarrado, deixando a decisão para o Allianz Parque, onde o Verdão buscará vencer pelo volume e castigar em transições contra um rival mais cauteloso.

Copa do Brasil São Paulo Palmeiras Footure
Possíveis formações de São Paulo x Palmeiras

Atlético-GO x Goiás

Uma disputa clássica entre o time da defesa e o time do ataque. Antagonistas tanto na rivalidade, quanto no modelo de jogo, Atlético-GO e Goiás farão um embate eterno por vantagens numéricas e posicionais na linha defensiva do Esmeraldino. Jogando muitas vezes no 5-4-1, o alviverde goiano deve ter as linhas bem baixas no jogo de ida, fora de casa, e buscará “lacrar” a grande área com um bloqueio para torná-la impenetrável, além de precisar redobrar a atenção pra não ceder espaço entre zagueiros e volantes.

Por sua vez, o Dragão tem um trio de meio-campo com excelente toque de bola, conta com os pontas se movimentando de dentro para fora e tem a ultrapassagem dos laterais. São cinco jogadores com boa capacidade para jogar em dois toques se aproximando por dentro e até seis chegando na área para finalizar. O ponto de atenção é a transição defensiva deficiente, apesar de o Goiás não ter tantos argumentos no ataque. A velocidade de Maguinho e, principalmente, a precisão de Pedro Raul, atacante com mais de 30% de conversão de suas finalizações em gols, podem ser fatais.

Copa do Brasil Atlético-GO Goiás Footure
Possíveis formações de Atlético-GO e Goiás

Fortaleza x Ceará

Antes de qualquer organização tática, é um duelo de nervos e de pernas. Após ser eliminado pelo Leão do Pici na terceira fase da Copa do Brasil de 2021, é impensável para o Ceará cair para o maior rival pelo segundo ano seguido. Por outro lado, o Fortaleza está na zona do rebaixamento e vive uma fase difícil, de protestos da torcida e muito nervosismo dentro de campo. Apesar da vitória contra o América-MG no último domingo, o time estava uma pilha e cedeu muitas chances ao adversário.

O duelo de pernas se dará por serem as duas únicas equipes do Nordeste do país na Série A e em competições internacionais. Assim sendo, Fortaleza e Ceará não têm semanas livres para treinos e estão entre as que mais viajam no país. De qualquer forma, pensando em alguns elementos estratégicos, teremos um Vozão muito vertical e capaz de machucar o oponente em movimentos de facão nas costas dos alas rivais, com Vina, Erick e Mendoza (se jogar). Já o Tricolor aposta no lado direito, pela excelente fase de Pikachu, pela característica menos veloz dos jogadores do adversário que podem atuar por ali e pela possibilidade de abrir bem o campo e chegar na área com mais atacantes do que a linha de quatro do Ceará consegue suportar.

Copa do Brasil Fortaleza Ceará Footure
Possíveis formações de Fortaleza e Ceará

BÔNUS: Atlético-MG x Flamengo

Inevitável não projetar o jogo com base na partida entre as duas equipes no último domingo (19), pelo Brasileirão. O Atlético-MG foi bastante superior, anulando um Flamengo bastante lento a partir de encaixes individuais, imposição física e induzindo o time carioca para o lado do campo, dificultando a participação dos jogadores mais talentosos em regiões perigosas do gramado. Ofensivamente, teve bastante liberdade pelos lados, devido a recomposição ruim dos pontas e a passividade rubro-negra.

É difícil, nesse momento, imaginar algo diferente de uma classificação do Galo. O Flamengo deve se apoiar nas poucas coisas que deram certo, como algumas roubadas no campo de ataque com uma pressão mais forte e posses de bola mais longas, nas quais o time se aproximou e conseguiu chegar na área. Uma passagem flamenguista para as quartas de final parece mais possível com o time saindo vivo do Mineirão, para Dorival Júnior, cujo trabalho tem 10 dias, ter um pouco mais de tempo de trabalhar a equipe e redobrar a competitividade no confronto de volta, no Maracanã, daqui três semanas.

Copa do Brasil Atlético-MG Flamengo Footure
Possíveis formações de Atlético-MG e Flamengo
Compartilhe
1XBet - Receber Bônus

Comente!

Tem algo a dizer?

Últimas Postagens

O sucesso da equipe sub-19 do Borussia Dortmund e os próximos passos dentro do clube
Matheus Soares

O sucesso da equipe sub-19 do Borussia Dortmund e os próximos passos dentro do clube

0 Comentários
A aposta da Inter em Kristjan Asllani e o futuro
Caio Bitencourt

A aposta da Inter em Kristjan Asllani e o futuro

0 Comentários
De 2005 à 2007: oito destaques da Copa do Brasil sub-17
Aurelio Solano

De 2005 à 2007: oito destaques da Copa do Brasil sub-17

0 Comentários
Athletico e Felipão: um encontro na hora certa
Gabriel de Assis

Athletico e Felipão: um encontro na hora certa

0 Comentários
6 destaques da fase de grupos da Euro sub-19
Matheus Soares

6 destaques da fase de grupos da Euro sub-19

0 Comentários
1XBet - Receber Bônus
As estratégias da bola parada de Gérson Gusmão, novo técnico do Remo
Jonatan Cavalcante

As estratégias da bola parada de Gérson Gusmão, novo técnico do Remo

0 Comentários
O que Antonio Rüdiger e Aurélien Tchouaméni mudam no Real Madrid?
Bruna Mendes

O que Antonio Rüdiger e Aurélien Tchouaméni mudam no Real Madrid?

0 Comentários
Os problemas defensivos do Atlético Mineiro de Turco Mohamed
Douglas Batista

Os problemas defensivos do Atlético Mineiro de Turco Mohamed

0 Comentários
O título do Brasil sub-20 e o futuro nos Jogos Olímpicos de Paris 2024
Aurelio Solano

O título do Brasil sub-20 e o futuro nos Jogos Olímpicos de Paris 2024

0 Comentários
11 jovens a serem observados no Campeonato Brasileiro 2022
Matheus Soares

11 jovens a serem observados no Campeonato Brasileiro 2022

0 Comentários
O bom início de Mano Menezes no Internacional
Gabriel de Assis

O bom início de Mano Menezes no Internacional

0 Comentários
1XBet - Receber Bônus
Três motivos para o nível baixo do Brasileirão 2022
Gabriel de Assis

Três motivos para o nível baixo do Brasileirão 2022

0 Comentários
Os maiores destaques coletivos da fase inicial da Série D
Douglas Batista

Os maiores destaques coletivos da fase inicial da Série D

0 Comentários
Os padrões defensivos do Vitória de Fabiano Soares
Jonatan Cavalcante

Os padrões defensivos do Vitória de Fabiano Soares

0 Comentários
A influência tática de Luciano Juba no Sport
Jonatan Cavalcante

A influência tática de Luciano Juba no Sport

0 Comentários