Promessa do United, Diallo se destaca no Sunderland. O que esperar do jogador?

Promessa na Atalanta, Amad Diallo chegou ao United com muita expectativa, mas acabou envolvido ao Sunderland, onde está vivendo uma grande fase

Fenômeno na base da Atalanta, Amad Diallo atraiu a atenção do Manchester United, sendo um investimento proporcionalmente arriscado e promissor, visto que o atleta somava apenas quatro partidas como profissional no momento em que foi contratado. Para contar com o marfinense, a equipe de Old Trafford desembolsou €25 milhões (podendo chegar a 40 milhões de euros com bônus e cumprimento de metas). Em um primeiro momento, esteve mais envolvido em partidas da equipe sub-23.

Chegou a estrear pelo profissional, mas não somou muitos minutos, sendo emprestado para o Rangers. Após uma passagem apagada, o jogador nascido em 2002 foi negociado com o Sunderland para um novo empréstimo. Na Championship, foi eleito o jogador do mês de dezembro. O que o torcedor do Manchester United pode esperar desse jogador? Abaixo, listamos algumas características marcantes em seu jogo.

Foto: Getty Images

Canhoto, Diallo, que atua como ponta-direita, trabalha majoritariamente com seu pé dominante, realizando de maneira constante o movimento de cortar para dentro. Não é um jogador que oferece tanta profundidade quanto poderia, chegando com pouca frequência na linha de fundo e raramente realizando cruzamentos (média de 0.1 ações corretas por jogo).

No Sunderland (atual 9º colocado na liga), o treinador Tony Mowbray, independente do esquema tático (4-2-3-1 ou 3-4-3), tem utilizado o lateral/ala Trai Hume para gerar amplitude enquanto Diallo ataca por dentro. É um esquema específico para potencializar seu talento, algo que vem funcionando de forma progressiva. São sete gols na atual temporada e um crescente nível de influência. Diallo não começou sua trajetória no Sunderland como titular, mas aos poucos tornou-se pilar ofensivo.

Mesmo que os números comecem a melhorar e ele seja uma ameaça notável, no quesito criatividade as coisas ainda caminham devagar. Diallo geralmente busca o passe de segurança, principalmente abrindo com seu ala ou voltando a jogada. Na temporada da Championship, em 21 jogos, tem uma média de 0.7 passes-chave por jogo, com apenas uma assistência.

Ainda que seu pé esquerdo comande as escolhas com a bola e ele quase sempre busque centralizar as ações, é notável a facilidade de também conduzir com a perna ‘ruim’, especialmente em situações de pressão nas quais o jovem tenta buscar saída com o drible curto. Desta forma, ainda que soe previsível ao utilizar uma jogada similar em momentos de finalização, está evidente que não é o caso de jogador que tem grande dificuldade de trabalhar com o lado oposto. Ou seja: o talento está ali.

Há um tempo, Mowbray havia alertado para um problema no jogo de Diallo: o jogador prioriza demais a plasticidade, buscando marcar o ‘gol perfeito’. Foi orientado que ele finalizasse mais, aproveitando de forma efetiva os espaços.

Parece claro o caso de atleta que ainda passa por um processo de amadurecimento, tendo que lidar, também, com a pressão de ser alto investimento de um dos maiores clubes do mundo. Entretanto, ainda que seu jogo claramente esteja se tornando mais competitivo ao longo da atual Championship, é evidente que sua essência não se perdeu. Basta conferir o Sunderland para notar que o ponta driblador e habilidoso é tão prazeroso de assistir quanto foi em outrora, nas categorias de base, quando o United investiu em seu talento. Se irá se tornar um astro do clube ainda é cedo para prever. Porém, os passos recentes dão amostras positivas apesar de aparentes limitações.

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Últimas Postagens

Guia do Brasileirão: Vitória

Guia do Brasileirão: Vitória

Douglas Batista
Guia do Brasileirão: Vasco

Guia do Brasileirão: Vasco

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: São Paulo

Guia do Brasileirão: São Paulo

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Red Bull Bragantino

Guia do Brasileirão: Red Bull Bragantino

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Palmeiras

Guia do Brasileirão: Palmeiras

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Juventude

Guia do Brasileirão: Juventude

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Internacional

Guia do Brasileirão: Internacional

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Grêmio

Guia do Brasileirão: Grêmio

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Fortaleza

Guia do Brasileirão: Fortaleza

Douglas Batista
Guia do Brasileirão: Fluminense

Guia do Brasileirão: Fluminense

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: Flamengo

Guia do Brasileirão: Flamengo

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: Cuiabá

Guia do Brasileirão: Cuiabá

André Andrade
Guia do Brasileirão: Cruzeiro

Guia do Brasileirão: Cruzeiro

André Andrade
Guia do Brasileirão: Criciúma

Guia do Brasileirão: Criciúma

André Andrade
Guia do Brasileirão: Corinthians

Guia do Brasileirão: Corinthians

Douglas Batista