Fique de olho: Jovens que podem se destacar no futebol brasileiro em 2024 - Parte 1

Listamos alguns dos jovens que podem se destacar no Brasil este ano.

O Brasil continua sendo um dos países que mais revela e exporta jogadores mundialmente, para os mais variados níveis, inclusive para o mais alto: a Europa. Vários são protagonistas nos maiores clubes do mundo. Exemplos não faltam. Martinelli saiu do Ituano para brilhar no Arsenal, Vinicius Jr. é protagonista no Real Madrid, Sávio é protagonista de uma temporada histórica do Girona na Espanha, Murillo é um jovem defensor que saiu do Corinthians e está se afirmando na Premier League.


Os jovens do futebol brasileiro começam suas trajetórias nas categorias de base dos clubes e apesar de cada vez estarem saindo do país mais cedo (casos de Endrick, Vitor Roque, dentre outros), a maioria deles chega a participar do futebol profissional e obter certo destaque até serem negociados. Abaixo listamos alguns jovens jogadores que podem se destacar em 2024:

Palmeiras – Estevão (2007)

O jovem já é nome carimbado nas listas de promessas brasileiras e mundiais, e pode ser considerado o maior projeto esportivo do Palmeiras (junto com Luis Guilherme) para resultados esportivos e financeiros vindo da base, após a venda de Endrick. A depender do talento, Estevão tende a seguir o mesmo caminho e ser contratado para a Europa brevemente.

Em evolução física (outrora caracterizado pelo biotipo mais franzino), Estevão possui muita velocidade, agilidade, tem grande habilidade para conduzir a bola e mudar de direção, assim como para o drible curto e a finalização certeira de pé esquerdo, geralmente com bastante técnica e é, sem dúvidas, um dos maiores talentos da base brasileira nos últimos anos.

Corinthians – Breno Bidon (2005)

Um dos grandes destaques da equipe Sub-20 do Corinthians na base desde o Sub-17 e também na campanha do título da Copinha 2024, o volante/meia se caracteriza por boa capacidade técnica, envolvendo domínio orientado, drible, associações e passes, e na capacidade de ajudar o time defensivamente quando está sem bola. Fisicamente, Breno ainda está em desenvolvimento, mas possui qualidades interessantes para a posição. Especula-se que está sendo monitorado por grandes clubes da Europa, como o Bayern.

Santos – Souza (2006)

O lateral teve ano de destaque no Sub-17 em 2023, com participações na Seleção da categoria e também aparições no Sub-20. Souza realizou sua estreia pelo profissional no jogo do Paulista contra o Mirassol. Jogador que impressiona pela sua altura, força física, e velocidade, aliada a sua qualidade técnica para jogar e se destacar em diferentes posições (zagueiro, lateral-esquerdo e até ponta-esquerda em alguns momentos). Pela sua capacidade física e técnica, tem as ferramentas para ganhar espaço no elenco e se destacar em projeção para uma carreira profissional de alto nível, em uma posição que vale ouro no mercado.

São Paulo – William Gomes (2006)

Um dos principais destaques do Sub-17 no ano de 2023 (11 gols em 33 jogos), William teve algumas atuações que também chamaram muita atenção na Copinha 2024. Atuando pelas pontas, o jogador é capaz de aliar velocidade, agilidade e habilidade para vencer os marcadores em situações de 1×1 com frequência e criar situações para os companheiros ou finalizar a gol. O atleta teve convocação para a Seleção Brasileira Sub-17 e reúne características para ser um dos novos destaques das categorias de base do clube, na posição que nos últimos anos já revelou Newertton (vendido ao Shaktar), Caio Matheus, entre outros nomes.

Atlético-MG – Alisson Santana (2005)

Alisson teve destaque no Sub-17 em 2022, atuando prioritariamente pela ponta-direita, posição em que deve se desenvolver no alto nível. O jogador une as boas qualidades físicas com as qualidades técnicas. Tem bom drible, boas fintas corporais, possui força, agilidade e explosão para troca de direção. Alisson Santana consegue criar muitas jogadas ofensivas para a equipe superando seu marcador individual e criando situações de cruzamento ou finalização a gol. Tem melhorado sua frequência e uso da perna não dominante também, o que pode contribuir para o seu jogo a longo prazo. É um jogador que tem características quase que únicas no elenco do Atlético e que pode ir se desenvolvendo com a sequência de jogos.

Cruzeiro – Ruan Índio (2006)

Centroavante que se destaca pelo seu perfil. Com boas capacidades físicas e com excelentes qualidades para posição, Ruan chama muita atenção há dois anos nas categorias de base e são inevitáveis algumas comparações com Vitor Roque. Ele se destaca pela força física e capacidade de realizar acelerações em momentos decisivos, além de ser capaz de atacar muito bem os espaços com bom “timing” e demonstra técnica para realizar finalizações nessas situações ou dentro da área. Em 2023, foram 16 gols em 17 jogos no Sub-17. Chama atenção também sua competitividade e entrega defensiva, sendo um dos jogadores que iniciavam pressão na equipe celeste Sub-17 e que mantinha a intensidade no decorrer da partida.

América – Adyson (2005)

Atuando como camisa 10 e principalmente pela ponta-direita, Adyson chama atenção como a grande revelação ofensiva da base do América nos últimos anos. Aliando qualidade técnica para dribles, com a visão de jogo e possível participação nas bolas paradas, o jogador pode ter mais espaço neste ano no campeonato estadual e também na disputa da Série B.

Athletico – Dudu (2006)

Meia criativo com boa técnica e visão de jogo, Dudu é capaz de criar situações para os companheiros e também de marcar gols por si só. O jogador acumula passagens pela Seleção Sub-17 e um bom ano nas categorias de base do Furacão. Sem dúvidas, sua qualidade com bola chama a atenção, resta saber se será o suficiente para que Osório possa oportunizar o jovem jogador nos profissionais mesmo ainda estando em primeiro ano do Sub-20.

Grêmio – Gustavo Nunes (2005)

Com grande destaque na Copinha 2024, o ponta que atua prioritariamente pela esquerda tem tido chances na equipe do Grêmio durante o campeonato estadual, resta saber se conseguirá manter a sequência de oportunidades e se elas lhe serão concedidas diante das chegadas de Soteldo e Pavón, nomes consagrados. Gustavo se destaca pela habilidade, velocidade e capacidade de vencer os seus duelos ofensivos, possibilitando a criação de chances para a equipe.

Internacional – Ricardo Mathias (2006)

O centroavante se caracteriza pela sua biotipia impressionante, sendo até única em sua faixa etária na base brasileira. Alto, com 1,92m, de pernas longas e boa capacidade para se movimentar, o atacante chama atenção também por seu faro de gol dentro da área. No Sub-17 foram 12 gols em 15 jogos, rendendo-o uma convocação para a Seleção Sub-17 para a disputa do Sul-Americano Sub-17.

Em breve listaremos outros jovens jogadores do futebol brasileiro, que podem se destacar por outros clubes.

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Últimas Postagens

Guia do Brasileirão: Vitória

Guia do Brasileirão: Vitória

Douglas Batista
Guia do Brasileirão: Vasco

Guia do Brasileirão: Vasco

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: São Paulo

Guia do Brasileirão: São Paulo

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Red Bull Bragantino

Guia do Brasileirão: Red Bull Bragantino

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Palmeiras

Guia do Brasileirão: Palmeiras

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Juventude

Guia do Brasileirão: Juventude

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Internacional

Guia do Brasileirão: Internacional

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Grêmio

Guia do Brasileirão: Grêmio

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Fortaleza

Guia do Brasileirão: Fortaleza

Douglas Batista
Guia do Brasileirão: Fluminense

Guia do Brasileirão: Fluminense

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: Flamengo

Guia do Brasileirão: Flamengo

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: Cuiabá

Guia do Brasileirão: Cuiabá

André Andrade
Guia do Brasileirão: Cruzeiro

Guia do Brasileirão: Cruzeiro

André Andrade
Guia do Brasileirão: Criciúma

Guia do Brasileirão: Criciúma

André Andrade
Guia do Brasileirão: Corinthians

Guia do Brasileirão: Corinthians

Douglas Batista