Fluminense é, novamente, um dos destaques da janela de transferências

O Fluminense se reforçou com seis jogadores que se encaixam no modelo de Fernando Diniz e tem motivos para estar otimista em 2023.

O Fluminense é, novamente, um dos destaques da janela de transferência no Brasil. Até o momento, foram seis reforços contratados com o aval de Fernando Diniz, algumas saídas oportunas e um elenco fortalecido individual e coletivamente para a temporada de 2023. Pela primeira vez desde Abel Braga em 2018, o Tricolor começa uma temporada com o mesmo treinador do ano anterior.

Vitor Eudes

Vitor Eudes Fluminense Footure
Reprodução/Fluminense FC

Começando lá de trás, o goleiro Vitor Eudes será o substituto de Marcos Felipe, emprestado ao Bahia. Revelado pelo Cruzeiro, o novo arqueiro tricolor tem apens nove jogos como profissional na carreira e estava no Marítimo-POR. Ex-pupilo de Fábio na Raposa, chega com fama de pegador de pênaltis e o aval do dono da posição.

Vitor Mendes

Vitor Mendes Fluminense Footure
Reprodução/Fluminense FC

Outro defensor revelado em Minas Gerais contratado pelo Fluminense para 2023 é o zagueiro Vitor Mendes. Surgiu no Atlético-MG e ganhou destaque atuando pelo Juventude nas duas últimas temporadas. É rápido e ágil, duas qualidades importantes para um time que joga no campo de ataque adversário, pois frequentemente terá de correr para trás ou se antecipar no perde-pressiona para evitar contragolpes. Também contribui com gols de cabeça, uma das marcar registradas do Tricolor na última temporada, especialmente por conta de Manoel.

Guga

Guga Fluminense Footure
FOTO: MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE F.C.

O lateral-direito foi adquirido após quatro temporadas no Atlético-MG e agora disputará posição com Samuel Xavier. Acostumado a atacar por dentro, ter um papel importante na saída de bola ao contribuir na troca de passes próximo aos zagueiros devido ao período de Sampaoli no Galo. No modelo de jogo de Diniz, a função de Guga deve ser semelhante, alternando momento de compor o balanço defensivo ao lado dos beques ou ultrapassar pela faixa central, deixando o corredor para o ponta. Seu desafio será manter a regularidade.

Jorge

Jorge Fluminense Footure
FOTO: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

Desde 2019 o lateral-esquerdo não consegue jogar com regularidade. Depois da pausa da pandemia em 2020, foi emprestado para o Basel, onde sofreu grave lesão no joelho e ficou afastado dos gramados por oito meses. Em agosto de 2021, Jorge foi contratado pelo Palmeiras e também não conseguiu sequência, por problemas de desempenho. Gosta de atuar mais por trás da linha da bola, distribuindo passes, sem a explosão para atacar o corredor e pressionar a bola tão apreciada por Abel Ferreira,

No Fluminense, terá um modelo de jogo mais simpático às suas características, pois terá posse de bola, liberdade para se aproximar dos companheiros, aparecer por dentro e trocar muitos passes curtos. O desafio será demonstrar a intensidade deseja por Diniz para marcar alto e impedir contra-ataques dos adversários reagindo rápido após a perda da bola.

Lima

Lima Fluminense Footure
Reprodução/Fluminense FC

Após três anos e meio no Ceará, Lima poderá se provar em um time de nível de Libertadores no Fluminense. Normalmente atua como um falso ponta pela direita, flutuando do lado para o centro, mas já atuou centralizado, como segundo volante… Mais do que a posição inicial, o mais importante para o meia é ter liberdade posicional para circular pelo meio e jogar próximo aos companheiros.

Ofensivamente, tem características muito valiosas para o modelo de jogo de Fernando Diniz e deve ser útil. Precisa ser mais regular e demonstrar uma maior capacidade física em jogos pegados e exigentes na parte defensiva para garantir um lugar na equipe.

Keno

Um dos atacantes mais velozes e dribladores do país, Keno é um jogador que eleva o patamar do Fluminense, caso se mantenha saudável durante a temporada. Com Diniz, o Tricolor coloca muitos jogadores perto da bola e só deixa um ou dois atletas no lado posto, mais vazio. E ele pode ser exatamente quem fica mais longe da jogada, esperando para receber uma inversão de jogo e encarar o rival no mano a mano.

Um dos heróis do título brasileiro do Atlético-MG em 2021, é dono de um chute poderoso com a perna direita e dará muita opção de passes em profundidade para Ganso. Representa a substituição e até uma melhora na posição após a saída de Matheus Martins e fornece ao Tricolor uma capacidade de drible perdida desde a venda de Luiz Henrique para o Real Bétis-ESP.

Keno Fluminense Footure
No lado oposto, só um jogador do Fluminense e menos defensores rivais, Por ali, Keno pode fazer a diferença.

Contratações com sentido

Em suma, o Fluminense trouxe seis nomes que, por diferentes motivos, encaixam na ideia de jogo do treinador e podem brigar por posição na equipe titular. Além disso, encorpa o elenco por serem a reposição de saídas de atletas que não estavam bem, como David Duarte na zaga, Pineida na esquerda. Como falado acima, Keno substitui Matheus Martins e Lima, dependendo de sua evolução, pode brigar pela lacuna deixada por Nonato.

Fernando Diniz terá pela frente uma pré-temporada para trabalhar com um elenco que já conhece e executa bem suas ideias. Possivelmente, é o contexto mais favorável de sua carreira e o momento mais promissor do Tricolor em anos. Hora de treinador e jogadores se provarem.

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Últimas Postagens

Guia do Brasileirão: Vitória

Guia do Brasileirão: Vitória

Douglas Batista
Guia do Brasileirão: Vasco

Guia do Brasileirão: Vasco

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: São Paulo

Guia do Brasileirão: São Paulo

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Red Bull Bragantino

Guia do Brasileirão: Red Bull Bragantino

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Palmeiras

Guia do Brasileirão: Palmeiras

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Juventude

Guia do Brasileirão: Juventude

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Internacional

Guia do Brasileirão: Internacional

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Grêmio

Guia do Brasileirão: Grêmio

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Fortaleza

Guia do Brasileirão: Fortaleza

Douglas Batista
Guia do Brasileirão: Fluminense

Guia do Brasileirão: Fluminense

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: Flamengo

Guia do Brasileirão: Flamengo

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: Cuiabá

Guia do Brasileirão: Cuiabá

André Andrade
Guia do Brasileirão: Cruzeiro

Guia do Brasileirão: Cruzeiro

André Andrade
Guia do Brasileirão: Criciúma

Guia do Brasileirão: Criciúma

André Andrade
Guia do Brasileirão: Corinthians

Guia do Brasileirão: Corinthians

Douglas Batista