Mercado de Inverno na Liga Portuguesa

Com FC Porto e Sporting, os dois primeiros classificados, a terem uma grande intervenção neste mercado, adivinham-se mudanças nos conjuntos que aspiram lutar pelo título da Liga Portuguesa. O Benfica, que em termos pontuais ainda mantém essa esperança, foi figura ausente deste mercado.

Quando uma equipa perde o seu melhor jogador, dificilmente pode acreditar que tudo vai ficar igual. Essa é a realidade que Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, tem agora de enfrentar a partir de agora na Liga Portuguesa, depois de ter visto Luis Diaz sair para o Liverpool, numa transferência de €45 milhões mais objetivos que era fundamental para a saúde financeira do clube.

Numa janela onde já tinham saído jogadores como Corona ou Sérgio Oliveira, nestes casos, compensados por outras apostas que a equipa já vinha preparando, ficar sem o seu maior desequilibrador deixa uma dúvida consistente sobre o rendimento futuro da equipa. Se é certo que há Pepê no plantel, também é certo que Luis Diaz demorou até atingir o seu máximo rendimento, que era aquilo que ele vinha entregando na presente temporada.

De maneira a arrumar o plantel, os portistas fizeram três somas que vão, todas, ter minutos. Rúben Semedo alarga as opções no conjunto de defesas-centrais, sendo que, alcançando o seu melhor nível, é um potencial titular indiscutível. Stephen Eustáquio acrescenta à rotação do meio-campo e poderá ser uma boa opção para um Vitinha cada vez mais seguro nas opções iniciais. Galeno regressa aos portistas, mais maduro, e com capacidade para, a espaços, atingir feitos que possam fazer lembrar Luis Diaz, sobretudo no nível competitivo da Liga portuguesa.

Sporting mais forte no ataque

O Sporting aumentou a qualidade disponível para Rúben Amorim atacar o título nacional. Se havia falta de um homem de área que pudesse discutir minutos com Paulinho, essa posição será agora assegura por Islam Slimani. O internacional argelino deixou saudades em Alvalade e acrescenta finalização e poder físico que podem ser essenciais numa Liga onde, muitas vezes, o Sporting tem acabado por vencer graças ao jogo aéreo dos seus centrais.

Chega ainda Marcus Edwards, que tem o perfil que Sarabia vai oferecendo, por agora, mas que dificilmente será possível de segurar. Edwards é um jogador que o treinador esperava conseguir desde a época passada e acrescenta criatividade numa zona do terreno onde o Sporting nem sempre tem conseguido encontrar respostas. As saídas de Tiago Tomás e de Jovane confirmam que os dois jovens não atingiram o potencial esperado.

Slimani regressa a Alvalade

O Benfica bem poderá ser um caso de estudo nesta janela de mercado, pela quase total inoperância revelada. O clube parece não ter cumprido objetivos assinalados. O seu treinador, Nélson Veríssimo, tinha colocado a meta na redução do plantel, de forma a facilitar a forma como prepararia a equipa nesta segunda metade da temporada, acabando por ver sair Ferro, por empréstimo, e Gedson. Ainda assim, em conferência de imprensa, deu-se como satisfeito. Yony González foi inscrito no último dia, mas não deverá contar. A incapacidade para gerir o plantel da forma que havia sido projetada demonstra alguma apatia na forma de encarar os tempos pós-Jorge Jesus. Sendo certo que o plantel tem qualidade suficiente para ser afinado, os recentes resultados não mostram que esse potencial esteja sequer próximo de ser alcançado.

Há grandes nomes a chegar e muita gente vinda do Brasil

Alguns destaques devem ser assinalados nas restantes equipas da Liga. O Estoril Praia viu sair Chiquinho para o Wolverhampton, mas vê chegar Jordi Mboula e o central Raúl Silva, no que promete ser um acrescento de consistência a um plantel que está na luta por lugares europeus. O Moreirense viu chegar o antigo internacional Kevin Mirallas, enquanto o Paços de Ferreira assegurou o argentino Nico Gaitán, no que serão acréscimos de experiência e visibilidade para os dois clubes. O Vitória SC recebeu Bruno Gaspar e Geny Catamo na transferência de Edwards para o Sporting, sendo que será interessante perceber como o internacional moçambicano vai aproveitar a oportunidade.

Nota final para jogadores que chegam do Brasil nesta janela de transferências. O Arouca recebe Wellington Nem (ex-Cruzeiro) e Bruno Marques (ex-Santos). O Benfica recupera Yony González que estava emprestado ao Ceará. O Gil Vicente inscreveu o jovem Guilherme (ex- Bahia). O Portimonense assinou com Mancha (ex- Chapecoense) e recebe os empréstimos de João Veras (Ponte Preta) e Igor (Ceará). O Santa Clara assina com Patrick (ex- Grêmio). O Tondela recebe o empréstimo de Marcelo Alves (Madureira-RJ). E, finalmente, o Vizela contratou Anderson (ex- América MG).

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Últimas Postagens

O trabalho de André Jardine no América-MEX

O trabalho de André Jardine no América-MEX

Douglas Batista
Fique de olho: Jogadores que podem se destacar no Brasileiro Sub-20 – Parte 2

Fique de olho: Jogadores que podem se destacar no Brasileiro Sub-20 - Parte 2

André Andrade
As causas da dificuldade ofensiva do Corinthians

As causas da dificuldade ofensiva do Corinthians

Douglas Batista
Fique de olho: Jogadores que podem se destacar no Brasileiro Sub-20 – Parte 1

Fique de olho: Jogadores que podem se destacar no Brasileiro Sub-20 - Parte 1

André Andrade
Guia do Brasileirão: Vitória

Guia do Brasileirão: Vitória

Douglas Batista
Guia do Brasileirão: Vasco

Guia do Brasileirão: Vasco

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: São Paulo

Guia do Brasileirão: São Paulo

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Red Bull Bragantino

Guia do Brasileirão: Red Bull Bragantino

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Palmeiras

Guia do Brasileirão: Palmeiras

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Juventude

Guia do Brasileirão: Juventude

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Internacional

Guia do Brasileirão: Internacional

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Grêmio

Guia do Brasileirão: Grêmio

Vinícius Dutra
Guia do Brasileirão: Fortaleza

Guia do Brasileirão: Fortaleza

Douglas Batista
Guia do Brasileirão: Fluminense

Guia do Brasileirão: Fluminense

Gabriel Mota
Guia do Brasileirão: Flamengo

Guia do Brasileirão: Flamengo

Gabriel Mota