Os 5 destaques defensivos da segunda página do Brasileirão

Alguns atletas do meio para o final da tabela têm se destacado ao longo da competição, mantendo um nível para ser comparado aos melhores da posição do campeonato.

Com a Série A próxima do seu fim, começam a pintar listas de melhores da competição. E naturalmente se destaca mais as equipes da cabeça da classificação para as premiações de destaques individuais. Mas, como em toda competição, existem destaques em todas as frentes de um torneio. Com isso, nas próximas semanas, o Footure destacará jogadores de todos os setores do campo dos times fora das primeiras colocações começando pela defesa. Onde destacaremos um jogador para cada posição, todos de equipes diferentes. 

MAILSON – SPORT

O goleiro de 25 anos assumiu a titularidade do Leão ainda no campeonato estadual e desde então vem mantendo um grande nível. De primeira Mailson já se destaca pela sua altura. O arqueiro possui 1.97m. Com uma envergadura destacável, o jogador consegue passar muita segurança em saídas pelo alto, algo que o assombrou nos primeiros anos de profissional. Outra característica que o Rubro-negro tem trabalhado é seu jogo com a bola nos pés. Conseguindo participar mais ativamente e efetivamente do jogo do Leão. Em compensação, o atleta não mostra boa capacidade em sair lançando com as mãos. Em alguns jogos já mostrou dificuldade para arremessar rapidamente a bola para companheiros saindo em transição. Embaixo das traves o campeonato de Mailson é muito bom. Além de goleiro com mais defesas, o arqueiro é o que tem a maior porcentagem de chutes defendidos. Usando de sua boa colocação para impedir gols sem precisar de lances muito plásticos. 

EDER – ATLÉTICO GOIANIENSE 

O zagueiro é um dos casos mais interessantes da lista. Pouco usado em Athletico Paranaense e Sport, o defensor de 26 teve um crescimento exponencial no Dragão e se tornou um jogador bastante regular e confiável. Mesmo com uma boa estatura (1,86m), Eder não se destaca por atributos físicos. Não é dos mais rápidos e não demonstra ter dominância física. Sua aceleração não é muito boa. Contudo, o jogador consegue compensar essas questões com sua leitura de jogo. Sempre bem posicionado (atuando pelo lado esquerdo da defesa), o zagueiro mostra boa postura corporal e tem um nível de concentração elevado. Eder mostra também uma capacidade boa para cortar a bola para zonas não pressionadas pelos rivais e algo subestimado quando se fala em defensores: consegue realizar cortes com as duas pernas. Falando em ambidestria, ela se repete quando o jogador tem a bola no pé. Eder é um atleta bastante criativo na saída de jogo. Usando bem as duas pernas para encontrar companheiros entre as linhas rivais e realizando lançamentos. 

VITOR MENDES – JUVENTUDE 

Emprestado pelo Atlético Mineiro para o clube gaúcho, o zagueiro de 22 anos tem fazendo um campeonato brutal. Com a mesma altura de Eder (1,86m), Vitor se diferencia do atleta do Dragão na dominância física. O defensor do Alviverde possui um bom jogo aéreo, com boa impulsão e colocação. Outro ponto é que consegue se sair muito bem em um jogo mais físico. Consegue ter uma boa aceleração e mostra um bom nível de concentração. Com a bola no pé, Vitor consegue sair pelo chão de forma eficiente, mas não é sua especialidade. E demonstra pouca naturalidade para conduzir a bola e usar a perna não dominante. Seja para passar, ou cortar a bola. Porém, algo que o defensor se mostra diferente é no seu tempo de reação. O atleta sempre reage rápido as decisões adversárias. Para pressionar mais rapidamente os atacantes rivais ou interceptar a bola.

Victor Mendes, emprestado pelo Atlético Mineiro, é um dos destaques do Juventude no Brasileirão (Imagem/Divulgação)

MARLON – AMÉRICA MINEIRO 

Jogador mais velho dessa lista, com 27 anos, Marlon tem sido sinônimo de regularidade pelo lado esquerdo do Coelho. O lateral que chegou por empréstimo do Sampaio Correa assumiu a posição na equipe mineira com autoridade. O defensor tem como maior destaque a sua inteligência para ocupar espaços no campo. Marlon consegue tanto ser agressivo, gerando amplitude na fase ofensiva de equipe e também entrar na área, como pode ficar mais restrito a base da jogada. Sendo usado como ponto de retorno para girar o jogo e também um dos primeiros jogadores a exercer pressão nos meias rivais quando estes recuperam a bola. Quando tem domínio da bola, o lateral se mostra um jogador bem criativo para passar. Mesmo sendo canhoto, apresenta boa capacidade com a perna direita. Principalmente quando o mesmo corta para dentro. E justamente com a bola vem um de seus principais pontos negativos. Algumas vezes Marlon prende a bola em excesso para deixar o campo rival e ocasiona algumas perdas de bola. E sem a bola o atleta cumpre bem seu papel, mas demonstra dificuldade contra adversários mais físicos. 

VANDERSON – GRÊMIO 

Na lateral direita o outro extremo, o jogador mais jovem e com maior atenção da lista. Com 20 anos, Vanderson tem um potencial de ficar entre os melhores da posição. O jovem ainda precisa de mais ajustes defensivos, ficar mais atento e questões relacionadas a tempo de jogo. Ofensivamente Vanderson é um jogador bastante agressivo, que alarga o campo quando Douglas Costa faz o movimento para dentro. Mostra bom critério no momento de tomar decisões. Outra questão a se atentar com o lateral é a agressividade (aqui no sentido negativo) no momento defensivo. Não em questão de quantidade de faltas, mas a força delas precisa ser ajustada. No mais, é um jogador com potencial de seleção.

Com propostas da Europa no meio da temporada, Vanderson é um dos principais nomes do Grêmio em 2021 (Imagem/Divulgação)
Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Últimas Postagens

Como Stefano Pioli virou um dos melhores técnicos da Itália
Caio Bitencourt

Como Stefano Pioli virou um dos melhores técnicos da Itália

0 Comentários
Palmeiras x Flamengo: final imprevisível na Libertadores
Gabriel de Assis

Palmeiras x Flamengo: final imprevisível na Libertadores

0 Comentários
A renovação do Real Madrid é um recado para os erros passados, mas principalmente para o futuro
Bruna Mendes

A renovação do Real Madrid é um recado para os erros passados, mas principalmente para o futuro

0 Comentários
A ascensão de Mikael no Sport
Douglas Batista

A ascensão de Mikael no Sport

0 Comentários
A explosão da geração 06 na Copa Nike
Caio Nascimento

A explosão da geração 06 na Copa Nike

0 Comentários
Final da Copa Sul-Americana: muitas semelhanças e equilíbrio total
Gabriel de Assis

Final da Copa Sul-Americana: muitas semelhanças e equilíbrio total

0 Comentários
Palmeiras se reinventa e retoma boa fase no Brasileirão
Gabriel de Assis

Palmeiras se reinventa e retoma boa fase no Brasileirão

0 Comentários
Arnaut Danjuma e Yéremi Pino: destaques em meio a inconsistência do Villarreal
Bruna Mendes

Arnaut Danjuma e Yéremi Pino: destaques em meio a inconsistência do Villarreal

0 Comentários
Conheça a Revelations Cup, o novo torneio para geração 2003 das Américas
Caio Nascimento

Conheça a Revelations Cup, o novo torneio para geração 2003 das Américas

0 Comentários
A nova identidade ofensiva do Boca Juniors
Dimitri Barcellos

A nova identidade ofensiva do Boca Juniors

0 Comentários
‘Cholito’ Simeone: a decolagem do artilheiro do Verona vem aí?
Caio Bitencourt

'Cholito' Simeone: a decolagem do artilheiro do Verona vem aí?

0 Comentários
Nuno Espírito Santo no Tottenham: um problema anunciado
Lucas Filus

Nuno Espírito Santo no Tottenham: um problema anunciado

0 Comentários
“Aqui, o foco é no desenvolvimento psicológico e mental das criança”, conta técnico de College nos Estados Unidos
Footure Admin

"Aqui, o foco é no desenvolvimento psicológico e mental das criança", conta técnico de College nos Estados Unidos

0 Comentários
Um Flamengo que pede um pouco mais de ordem
Gabriel de Assis

Um Flamengo que pede um pouco mais de ordem

0 Comentários
El Clásico: um Real Madrid confortável contra um Barcelona que pouco incomoda
Bruna Mendes

El Clásico: um Real Madrid confortável contra um Barcelona que pouco incomoda

0 Comentários