Dicas de Betting - Brasileirão e Europa

Dia de Campeonato Brasileiro e Ligas pela Europa! Na 27ª rodada do Brasileirão e mais uma rodada da Europa, a equipe do Footure está trazendo mais dicas, números e estatísticas para você que está em busca daquele green e fugir de um red. Lembrando que, em breve, as rodadas completas estarão disponíveis apenas para os integrantes do Footure Club, vem fazer parte do […]

Dia de Campeonato Brasileiro e Ligas pela Europa! Na 27ª rodada do Brasileirão e mais uma rodada da Europa, a equipe do Footure está trazendo mais dicas, números e estatísticas para você que está em busca daquele green e fugir de um redLembrando que, em breve, as rodadas completas estarão disponíveis apenas para os integrantes do Footure Club, vem fazer parte do time. Não deixe de acessar 1xBet e fazer sua aposta.

Um último aviso: por óbvio, não há 100% de garantia de acerto, mas são algumas das tendências para os duelos. Jogue com moderação.

FONTES: Ogol, Soccerstats, WhoScored, Futpédia


Fortaleza x Grêmio

  • O Grêmio venceu 4 das 5 vezes que jogou contra o Fortaleza na capital cearense.
  • Única vitória do Fortaleza no confronto: 1–0 pelo Brasileiro de 2006, no dia 3 de dezembro daquele ano.
  • O Grêmio marcou no mínimo 2 gols em 3 das 5 vezes que jogou fora de casa diante do Fortaleza.
  • 6 dos 9 jogos entre Fortaleza e Grêmio na história do Brasileirão tiveram 2 gols ou mais (mais que 1.5).
  • O Grêmio venceu 3 dos seus 4 últimos jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • Porém, esta única partida que o Grêmio não venceu, foi a única na qual o Tricolor Gaúcho usou reservas: a derrota para o Fluminense por 2–1 em 29 de setembro.
  • Em 6 dos últimos 7 jogos do Fortaleza em casa pelo Brasileirão houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Em 7 dos últimos 9 jogos do Grêmio pelo Brasileirão houve 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • O Grêmio só perdeu 2 de suas últimas 12 partidas pelo Brasileirão.
  • Em 4 das últimas 6 partidas do Fortaleza em casa houve 2 gols ou mais (mais que 1.5).
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,88/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 3 gols/partida.

Corinthians x Cruzeiro

  • O Cruzeiro nunca pontuou na Arena Corinthians pelo Brasileirão. Foram 3 jogos e 3 vitórias corintianas.
  • Porém, a única vitória do Cruzeiro na Arena Corinthians tem sabor especial: foi a vitória por 2–1 que lhe garantiu o título da Copa do Brasil de 2018. Já em Brasileiros, a última vitória cruzeirense sobre o Timão na capital paulista foi em 2011, por 1–0, no Pacaembu.
  • O Cruzeiro só venceu 1 dos últimos 5 jogos contra o Corinthians pelo Brasileirão.
  • 24 dos 31 jogos entre Corinthians e Cruzeiro na era dos pontos corridos tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • 18 dos últimos 20 jogos entre Corinthians e Cruzeiro pelo Brasileirão tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • O Corinthians está invicto em casa no Brasileirão em 2019.
  • Última derrota do Corinthians em casa pelo Brasileirão: 0–3 contra o Flamengo, em 5 de outubro de 2018.
  • Cruzeiro não vence fora do estado de Minas Gerais no Brasileirão desde o confronto contra o Ceará pela edição de 2018, com vitória cruzeirense por 1–0. Há exatamente 1 ano e 4 meses.
  • Nos 5 jogos desde que Abel Braga começou a treinar o Cruzeiro, houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • O Corinthians não vence há 3 jogos pelo Brasileirão.
  • O Corinthians venceu 4 dos últimos 6 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,04/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 1,80 gols/partida.

Internacional x Vasco

  • O Internacional está invicto como mandante no Brasileirão e tem a segunda melhor campanha como mandante.
  • O Internacional empatou suas 2 últimas partidas em casa.
  • O Internacional não sofreu gols em 5 das últimas 7 partidas em casa.
  • Em 7 dos últimos 8 jogos do Internacional em casa houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • O Internacional está há 14 partidas sem perder no Beira-Rio pelo Brasileirão.
  • Última vitória do Vasco no Beira-Rio: 2–0 contra o Internacional pelo Brasileiro de 2007, em 1º de agosto daquele ano.
  • O Internacional venceu 5 dos últimos 6 confrontos contra o Vasco no Beira-Rio.
  • Desde que Vanderlei Luxemburgo deixou o Grêmio, em 2013, nunca mais enfrentou o Internacional no Estádio Beira-Rio. Nunca jogou após a reinauguração do estádio colorado.
  • Última partida de Vanderlei Luxemburgo no Estádio Beira-Rio: Internacional 0–1 Grêmio (2012), como técnico gremista.
  • O Vasco venceu 3 dos últimos 6 jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,04/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 1,80 gols/partida.

São Paulo x Avaí

  • O Avaí só saiu vencedor no Morumbi contra o São Paulo em 1 dos 5 jogos que fez: vitória por 2–1 pelo Brasileiro de 2010 em 14 de julho daquele ano.
  • Os dois últimos confrontos entre São Paulo e Avaí terminaram empatados.
  • O São Paulo venceu 3 de 5 jogos contra o Avaí pelo Brasileirão no Morumbi.
  • O Avaí perdeu seus últimos 3 jogos como visitante no Brasileirão.
  • O São Paulo só perdeu 2 das suas últimas 38 partidas em casa pelo Brasileirão.
  • O Avaí perdeu 8 dos últimos 10 jogos como visitante pelo Brasileirão.
  • Em 4 dos últimos 6 jogos do São Paulo houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Em 4 dos últimos 6 jogos do Avaí houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • 8 de 11 jogos entre São Paulo e Avaí pelo Brasileirão tiveram 2 gols ou mais (mais que 2.5).
  • Nas duas vezes que o Avaí foi jogar em São Paulo no turno, perdeu por 2 gols de diferença: 2–0 para o Palmeiras e 3–1 para o Santos.
  • Média de gols do confronto (histórico/pontos corridos): 1,72/partida.

Atlético-MG x Santos

  • O Santos venceu 6 dos últimos 10 confrontos contra o Atlético-MG pelo Brasileirão.
  • O Santos venceu 4 dos últimos 5 confrontos contra o Atlético-MG pelo Brasileirão.
  • No histórico geral do Brasileirão, a vantagem é do Atlético-MG: foram 67 jogos, com 26 vitórias do Galo, 24 vitórias do Santos e 17 empates.
  • Porém, nos pontos corridos, a vantagem é santista: nos 31 jogos a partir de 2003 no Brasileirão, foram 12 vitórias do Peixe, contra 11 do Galo e 8 empates.
  • 23 dos 31 jogos entre Atlético-MG e Santos na era dos pontos corridos tiveram 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • O Atlético-MG venceu 1 dos últimos 5 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • O Santos empatou 2 dos seus últimos 3 jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • Nos últimos 4 jogos do Atlético-MG em casa pelo Brasileirão, houve 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • Nos últimos 6 jogos do Santos fora de casa pelo Brasileirão, houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • O Santos não sofreu gols em 4 das últimas 5 partidas pelo Brasileirão.
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,88/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 3,29 gols/partida.

Flamengo x Fluminense

  • O Fluminense não vence um Fla-Flu no Brasileirão desde 2016, quando venceu por 2–1 no 1º turno em Natal, com mando rubro-negro.
  • Se considerar apenas vitórias no Maracanã, o Fluminense venceu seu último Fla-Flu pelo 1º turno do Brasileiro de 2015, quando o Tricolor venceu por 3–2.
  • O Fla-Flu do domingo será o tira-teima nos confrontos de Brasileirão: nos 62 jogos, 22 vitórias pra cada lado e 18 empates.
  • Nos 3 últimos Fla-Flu pelo Brasileiro, ambas as equipes não marcaram gols.
  • O Flamengo é o melhor mandante do Brasileirão: 34 pontos conquistados como mandante em 12 jogos.
  • O Flamengo venceu 11 de 12 jogos como mandante no Brasileirão.
  • O Fluminense não sofreu gol em 3 das últimas 4 partidas pelo Brasileirão.
  • Em 3 dos 5 clássicos Fla-Flu em 2019, ambas as equipes marcaram gols.
  • Em 3 dos 4 últimos jogos do Fluminense, houve menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • O Flamengo está invicto há 4 jogos diante do Fluminense nos clássicos, embora tenha perdido este ano no primeiro Fla-Flu (1–0 para o tricolor em 14 de fevereiro).
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,35/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,57 gols/partida.

Chapecoense x Goiás

  • A Chapecoense nunca venceu o Goiás na história.
  • O Goiás venceu 3 dos 5 jogos que fez contra a Chapecoense.
  • Em 3 dos 5 jogos entre Goiás e Chapecoense na história, ambas as equipes marcaram gols. As exceções foram os 0–0 em 2014, na Arena Condá e em 2015, no Serra Dourada.
  • A Chapecoense não venceu seus últimos 5 jogos em casa.
  • O Goiás venceu 2 dos seus últimos 3 jogos fora de casa.
  • O Goiás não sofreu gols em 5 dos últimos 7 jogos pelo Brasileirão.
  • A Chapecoense não vence há 11 jogos pelo Brasileirão.
  • Em 6 dos últimos 7 jogos da Chapecoense pelo Brasileirão houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • A Chapecoense marcou apenas 2 gols nos últimos 6 jogos pelo Brasileirão.
  • O Goiás marcou gols em 4 dos seus últimos 6 jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • Média de gols do confronto (histórico/pontos corridos): 2,8/partida.

Athletico x Palmeiras

  • O Palmeiras venceu os últimos 3 jogos contra o Athletico pelo Brasileirão.
  • Sempre que o Palmeiras venceu o Athletico na Arena da Baixada (2–1 em 2008, 1–0 em 2016 e 3–1 em 2018), foi pelo menos para a Libertadores do ano seguinte no Brasileirão.
  • O Athletico venceu 3 dos últimos 10 jogos diante do Palmeiras.
  • O Athletico venceu 1 dos últimos 4 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • O Palmeiras não venceu seus 2 últimos jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • O Palmeiras só perdeu 3 das suas últimas 39 partidas pelo Brasileirão.
  • Em 7 dos últimos 8 jogos do Athletico em casa pelo Brasileirão houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Em 17 dos últimos 20 jogos do Palmeiras fora de casa pelo Brasileirão houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Em 6 dos 10 jogos do Palmeiras com Mano Menezes, houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Nos 3 últimos jogos do Athletico em casa, houve 2 gols ou mais (mais que 1.5).
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,40/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,48 gols/partida.

Bahia x Ceará

  • O Ceará nunca venceu o Bahia fora de casa pelo Brasileirão.
  • Porém, se considerarmos a Copa do Nordeste, o Vozão venceu 3 vezes o Tricolor da Boa Terra em Salvador: em 1998 (2–1), em 2013 (2–1) e na primeira partida da final de 2015, que deu o título ao Ceará (1–0).
  • O Bahia venceu 3 dos últimos 5 jogos contra o Ceará pelo Brasileirão.
  • O Bahia venceu nos 5 últimos jogos em casa contra o Ceará no Brasileirão.
  • O Bahia não venceu nos últimos 2 jogos em casa no Brasileirão.
  • O Bahia só perdeu 2 das suas últimas 21 partidas em casa pelo Brasileirão.
  • O Ceará só venceu 1 dos seus últimos 7 jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • O Ceará perdeu por 1 gol de diferença em 6 dos seus últimos 8 jogos pelo Brasileirão.
  • Em 9 dos últimos 12 jogos do Bahia pelo Brasileirão houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Em 3 dos últimos 4 jogos do Ceará fora de casa pelo Brasileirão houve 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,31/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,2 gols/partida.

Botafogo x CSA

  • O Botafogo venceu os dois jogos que fez contra o CSA no Rio de Janeiro: vitória por 3–1 em 1977 e 2–0 em 1981.
  • O CSA não vence o Botafogo desde o primeiro confronto entre eles no Brasileirão: em 1976, no Rei Pelé, vitória azulina por 2–1 em 22 de setembro daquele ano.
  • 5 dos 7 jogos entre Botafogo e CSA na história do Brasileirão tiveram 2 gols ou mais (mais que 1.5).
  • O CSA esteve perdendo no intervalo e no final da partida nos seus últimos 3 jogos fora de casa.
  • O CSA perdeu seus 3 últimos jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • O Botafogo não marcou gols em 5 das suas últimas 8 partidas.
  • Em 12 dos últimos 15 jogos do CSA pelo Brasileirão houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Em 4 dos últimos 6 jogos de Botafogo e CSA pelo Brasileirão houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • O CSA não marcou gols em 4 das últimas 6 partidas pelo Brasileirão.
  • O Botafogo só ficou sem sofrer gols em 2 de suas últimas 6 partidas pelo Brasileirão.
  • Média de gols do confronto (histórico): 2/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 3 gols/partida.

Dicas de Betting — Top 5 Europeu

TOP 5 RESULTADO FINAL — 1. Celtic-Ross County: Na briga pela liderança do Campeonato Escocês, o Celtic, que venceu 20 dos últimos 22 jogos em casa pela liga, enfrenta o Ross County, que não vence há dois jogos.

2. Lyon-Dijon: Técnico novo, ânimo novo? É isso o que espera o Lyon ao ter contratado Rudi Garcia, que fará sua estreia no Parc OL, que enfrenta um adversário que perdeu seus 3 dos seus 4 jogos fora de casa no campeonato.

3. Alanyaspor-Rizespor: Uma partida que seria incomum no Campeonato Turco. Se o Alanyaspor não estivesse na liderança, jogando em casa contra uma equipe de meio de tabela como o Rizespor (12º), e podendo retornar a distância para o vice-líder Galatasaray em 4 pontos. O favorito é o Alanyaspor.

4. Eibar-Barcelona: O Barça busca a liderança da Liga contra um adversário que dificulta as coisas para seus adversários diretos, e que teve suas 2 vitórias no campeonato em casa, mas que é presa fácil para ele. O Barça venceu 4 dos 5 jogos em Ipurúa diante do Eibar, e é franco favorito para o confronto deste sábado.

5. RKC-Ajax: O Ajax tem a melhor campanha como visitante da Eredivisie, tendo marcado 11 pontos em 5 jogos fora de casa. Quer manter a liderança do campeonato e quem sabe, sonhar com uma distância aberta para o PSV, que tem difícil confronto diante do Utrecht, fora de casa, tudo contra um RKC que sequer pontuou em casa na temporada.

TOP 5 DUPLA POSSIBILIDADE — 1. Juventus-Bologna: A Juve tem uma campanha impecável em casa e está invicta na Serie A, contra um Bologna que não costuma vencer fora de casa, mas que fez jogos aguerridos quando enfrentou os “big” da liga.

2. Manchester United-Liverpool: O Liverpool é amplamente favorito no clássico, por todos os motivos de boa fase, e por n razões, além do fato de um United que não se acertou na temporada, e vem sem De Gea e Pogba. Mas clássico é clássico, e o Liverpool não vence em Old Trafford desde 2014.

3. Crystal Palace-Manchester City: Um típico jogo que o Manchester City costuma vencer, tanto que venceu 4 dos últimos 5 confrontos no Selhurst Park. Por outro lado, o Palace está invicto no Selhurst Park, e pode entrar na zona de Champions League se vencer o jogo.

4. Sassuolo-Inter: Um jogo de franco favoritismo para a Inter, que venceu todas as partidas que fez fora de casa na Serie A. Se não fosse o Sassuolo, que só perdeu uma em casa, e é uma pedra no sapato recente da Inter e da maioria dos grandes clubes italianos.

5. Cagliari-Spal: O Cagliari faz boa campanha, com 11 pontos no campeonato, e pode entrar na zona de competições europeias se vencer. Por outro lado, ainda não faz uma campanha satisfatória em casa, tendo vencido apenas 1 de seus 4 jogos em seu estádio. Embora a Spal tenha perdido todos os 3 jogos que fez fora de casa, é algo a se abrir os olhos.

TOP 5 OVER — 1. VVV-Vitesse: O VVV tem uma das piores defesas do campeonato, com 20 gols sofridos, apesar de ter um bom ataque entre as equipes da parte de baixo da tabela, com 10 gols. Já o Vitesse tem o quarto melhor ataque da Eredivisie, com 18 gols marcados até aqui. Tudo isso, cria uma boa chance de uma partida com um número alto de gols.

2. Lazio-Atalanta: Os laziali tem um grande ataque, tendo marcado 13 gols no campeonato, e enfrentam o melhor ataque do campeonato, da Atalanta, com 18, que tem protagonizado jogos de “placares bailarinos” ótimos para o mercado de over. Em partida de dois times que chegam bem ao ataque, especialmente a Lazio jogando em casa, pode esperar um over e um jogo competitivo.

3. Bournemouth-Norwich: O Norwich tem a pior defesa da Premier League, com 21 gols sofridos. O Bournemouth tem um número curioso: marcou 13 gols e sofreu 13 gols no campeonato. No Dean Court, em partida entre os ofensivos Daniel Farke e Eddie Howe, deve prevalecer mesmo o ataque.

4. Borussia Dortmund-Borussia Monchengladbach: O clássico entre dois dos maiores clubes do futebol alemão já costuma ter muitos gols, e quando é um confronto entre o segundo melhor ataque (Dortmund, com 19 gols), e o terceiro (Monchengladbach, 15 gols), a promessa de gols é ainda maior. Somada as dificuldades da defesa aurinegra (11 gols sofridos), então…

5. Ural-Tambov: Jogo alternativo do campeonato russo entre o nono colocado, Ural, e o lanterna, Tambov. Isso se justifica porque os dois tem as piores defesas do campeonato, o Tambov tendo sofrido 19 gols, e o Ural, com incríveis 26 gols sofridos em 12 rodadas. O Ural também tem um bom ataque com 18 gols. Promessa de bom número de gols.

TOP 5 UNDER — 1. Marseille-Strasbourg: Em crise com as redes e no meio de tabela, o Marseille enfrentará o Strasbourg, que pode entrar na zona do rebaixamento se perder, e que até aqui não marcou gols fora de casa no campeonato.

2. Athletic-Real Valladolid: Nos últimos 7 jogos do Valladolid, houve menos de 3 gols. Tudo contra um adversário que apesar de ter marcado somente 7 gols em 8 rodadas, tem uma das melhores defesas do campeonato, com apenas 4 gols sofridos.

3. Reims-Montpellier: O Reims marcou apenas 8 gols no campeonato contra um Montpellier que marcou apenas 9. Ambas as equipes também sofreram poucos gols: o Reims tem a melhor defesa do campeonato, com apenas 4 gols sofridos, e o Montpellier, a terceira melhor, com apenas 7.

4. Metz-Nantes: O Nantes tem uma das melhores defesas do campeonato, com 5 gols sofridos, apesar de um ataque que não acompanha tanto, com apenas 9 gols marcados. O vice-líder vai a Metz enfrentar o time da casa que tem o terceiro pior ataque do campeonato, com 8 gols.

5. Alavés-Celta: Os dois tem exatamente os mesmos números em La Liga de ataque e defesa: 5 gols marcados e 9 sofridos. Em Mendizorroza, no duelo de dois times próximos da zona de rebaixamento, devem prevalecer os sistemas defensivos.

TOP 5 ANYTIME — 1. Marco Reus vs Gladbach: A lei do ex contra o Gladbach da parte do capitão do Borussia Dortmund costuma ser exercitada com frequência. Sendo o jogo em casa, e em vista que Reus marcou 8 gols em 11 jogos contra o ex-clube, pode ser uma boa pedida.

2. Gerard Moreno vs Espanyol: O artilheiro do Villarreal já marcou 3 dos seus 6 em La Liga fora de casa. Ainda assim, tem também a lei do ex a seu favor em um confronto diante dos péricos catalães, que são os piores mandantes do campeonato.

3. Lewandowski vs Augsburg: Parece padrão indicar gols do polonês em partidas de Bundesliga. Mas se levarmos em conta que 5 dos 7 gols do Bayern fora de casa foram marcados por ele, a chance é grande da história se repetir em Augsburg.

4. Abraham vs Newcastle: Apesar de ter marcado apenas 2 de seus 8 gols na Premier League jogando no Stamford Bridge, o atacante enfrentará uma defesa que sofreu 11 gols no campeonato fora de casa.

5. Dzeko vs Sampdoria: Dzeko marcou 4 gols em 7 jogos até aqui na temporada da Serie A. Há anos é o homem-alvo do ataque romanista, e não deve ser diferente quando os giallorossi viajarão para Gênova para enfrentar a pior defesa do campeonato, a da Samp.

Compartilhe

Comente!

Tem algo a dizer?

Caio Bitencourt

Últimas Postagens

Atlético-MG vive seu melhor momento na temporada
Gabriel de Assis

Atlético-MG vive seu melhor momento na temporada

0 Comentários
A onda tecnicista na função do auxiliar técnico de futebol
Jonatan Cavalcante

A onda tecnicista na função do auxiliar técnico de futebol

0 Comentários
Friendly #1 | Imaginar e construir o futuro, a habilidade fundamental do século XXI
Footure

Friendly #1 | Imaginar e construir o futuro, a habilidade fundamental do século XXI

0 Comentários
Surpresa e tradição: os classificados para as quartas do futebol masculino na Olimpíada
Caio Nascimento

Surpresa e tradição: os classificados para as quartas do futebol masculino na Olimpíada

0 Comentários
Osimhen, Simy, e a problemática das narrativas sobre jogadores africanos
Caio Bitencourt

Osimhen, Simy, e a problemática das narrativas sobre jogadores africanos

0 Comentários
O que esperar do Real Madrid para os próximos anos com Carlo Ancelotti?
Bruna Mendes

O que esperar do Real Madrid para os próximos anos com Carlo Ancelotti?

0 Comentários
O que explica as goleadas do Flamengo com Renato Gaúcho?
Gabriel de Assis

O que explica as goleadas do Flamengo com Renato Gaúcho?

0 Comentários
Como o Vojvodismo transformou o Fortaleza em protagonista no futebol brasileiro?
Jonatan Cavalcante

Como o Vojvodismo transformou o Fortaleza em protagonista no futebol brasileiro?

0 Comentários
God Save the Game #34 | A janela de transferências da Premier League 21/22
Gabriel Corrêa

God Save the Game #34 | A janela de transferências da Premier League 21/22

0 Comentários
Felipão chega entregando o de sempre: segurança e resultado
Gabriel de Assis

Felipão chega entregando o de sempre: segurança e resultado

0 Comentários
Guia do futebol masculino na Olimpíada de Tokyo 2020: parte 2
Caio Nascimento

Guia do futebol masculino na Olimpíada de Tokyo 2020: parte 2

0 Comentários
A Itália ainda pode crescer após o título da Euro?
Caio Bitencourt

A Itália ainda pode crescer após o título da Euro?

0 Comentários
Guia do futebol masculino na Olimpíada de Tokyo 2020: parte 1
Caio Nascimento

Guia do futebol masculino na Olimpíada de Tokyo 2020: parte 1

0 Comentários
O complicado início de Diego Aguirre no Internacional
Gabriel de Assis

O complicado início de Diego Aguirre no Internacional

0 Comentários
Rodrigo De Paul: o meia com DNA de Simeone e Atlético de Madrid
Bruna Mendes

Rodrigo De Paul: o meia com DNA de Simeone e Atlético de Madrid

0 Comentários